Notícia

Espanha vence Itália e passa em primeiro no grupo A

Jul 09, 2019

A Espanha venceu a Itália por 3-5 e assegurou matematicamente o primeiro lugar no grupo A.

Na intensidade que lhe é reconhecida às ordens de Alejandro Dominguez, a Espanha entrou de forma avassaladora no primeiro jogo entre candidatos, ainda que a Itália “parta atrás” na bolsa de apostas.

Os campeões do Mundo pressionaram muito alto, criaram espaços, remataram muito, impondo uma velocidade que Massimo Mariotti reconheceria como “desconhecida” para os jogadores do campeonato italiano.

Font entrou e marcou

Só aos sete minutos e meio é que Sergi Fernandez, guarda-redes espanhol, tocou na bola, sendo que raras tinham sido as situações em que a “azzurra” tinha chegado ao último terço da pista. No entanto, este momento impressionante só redundou num golo, apontado por Ferran Font, aos seis minutos e meio, acabado de entrar em pista.

A Itália conseguiu libertar-se e até igualou, na 10ª falta espanhola, que surgiu ainda com seis minutos para jogar na primeira parte. Ambrosio bateu Sergi Fernandez, numa finalização sob o guarda-redes maiorquino.

Ambrosio bisou de livre directo

Reagiu de imediato a Espanha, novamente demolidora e desta feita eficaz, marcando por duas vezes antes do descanso, em duas grandes execuções, com Alabart a rematar à meia-volta e Pau Bargalló a marcar de picadinha.

Na etapa complementar, a Itália reduziu para a diferença mínima muito cedo, com dois minutos cumpridos (novamente em livre directo de Ambrosio), e acreditou. Cerrou a sua defesa e começou a sair segura para o ataque, em contra-ataques bem apoiados. Aos 11 minutos teve o prémio, com o empate por Gavioli.

Itália soube reagir à pressão adversária e mostrou argumentos

A Espanha voltou a reagir à igualdade quase de imediato, com Adroher a marcar de livre directo, mas os italianos mostraram que, mesmo sem Giulio Cocco (que, lesionado, não se sabe se jogará neste Mundial), têm de ser tidos em conta para as grandes decisões.

A cinco minutos e meio do final, Pau Bargalló desfeiteou Leonardo Barozzi para o 3-5 que arrumaria definitivamente a questão do vencedor.

Vindos de derrotas no primeiro jogo, França e Angola empataram a três (com Angola a ficar com a derradeira vantagem depois de vencer nos livres directos) e todos os cenários, excepto a Espanha terminar em quarto, são ainda possíveis.

A vitória no grupo já não escapa à Espanha, que defronta uma Angola a precisar de vencer para não depender de terceiros. Se Angola não vencer, a França, actual quarta, até terminará em segundo se vencer a Itália… Aos transalpinos basta-lhes um empate frente aos gauleses para assegurarem a segunda posição e um cruzamento mais “simpático” nos quartos-de-final.

Grupo A

• Angola 4-5 Itália

• Espanha 3-1 França

• França 3-3 Angola

• Itália 3-5 Espanha

Classificação: 1º Espanha (6 pontos), 2º Itália (3), 3º Angola (1), 4º França (1)

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade