Breve

Bis de Hélder Nunes coloca Barça na final da Liga Catalã

Sep 06, 2019

Foto de capa: FCB Hóquei @twitter

Barcelona e Caldes são os finalistas da Lliga Catalana, depois de ultrapassarem, respectivamente, Reus (2-0) e Girona (5-4).

Numa das meias-finais da edição deste ano, quis o sorteio que se defrontassem os vencedores das últimas três edições. O Reus venceu em 2016 com o português Pedro Henriques na baliza e o Barcelona triunfou em 2018, com João Rodrigues.

“Xano” Edo estreou-se numa convocatória (mas a estreia em pista foi adiada) pela equipa principal e o Barcelona apresentou assim três portugueses pela primeira vez na sua história.

Nas convocatórias de Jordi Garcia e Edu Castro para o Olímpico de Vic, constavam nada menos que quatro portugueses. Ao “reusence” Tiago Rafael juntaram-se não só João Rodrigues e Hélder Nunes, como Alejandro Edo (“Xano”), de apenas 18 anos, a estrear-se numa convocatória da equipa principal no lugar de Sergi Fernandez, ausente por doença. Xano seria suplente de um tal de Aitor Egurrola, com todos os portugueses a começarem no banco.

Aos 10 minutos, num desconto de tempo e de uma assentada, entraram os três portugueses de pista. E os campeões do Mundo do Barcelona abriram as “hostilidades”. Aos 14 minutos, uma excelente jogada de entendimento entre João Rodrigues e Hélder Nunes terminou no golo de Hélder, único reforço do Barça para esta temporada, a marcar pela primeira vez de bola corrida (estreara-se a marcar nos “quartos” desta Lliga Catalana, mas de grande penalidade).

Barcelona procurará a sexta conquista da Liga Catalã, prova da Federação Catalã de Patinagem.

Já nos cinco minutos finais da primeira parte, Pau Bargalló viu o azul por uma falta longe da bola, mas Marc Julià não conseguiu bater Egurrola de livre directo e ao intervalo vingava o golo solitário, de carimbo luso.

Na etapa complementar, o Reus procurou o empate, mas seria traído por um corte com o patim de César Carballeira na área. De grande penalidade, Hélder Nunes – imperturbável pelos cânticos pelo… Sporting – não perdoou e bisou.

O segundo golo blaugrana afectou o Reus, que só nos últimos minutos voltaria a criar perigo, apostando tudo no ataque. Ganharia a 10ª falta já no derradeiro minuto, mas Alex Rodriguez desperdiçou perante Egurrola.

Na final, o Barcelona defronta o Caldes que, depois de um empate a dois no tempo regulamentar, venceu o Girona no desempate por livres directos. Xavi Rovira apontou o livre decisivo, fixando o resultado em 5-4.

Este domingo, também no Olímpico de Vic, a partir das 20h locais, o Barcelona procura repetir a conquista de 2018 (a quinta do seu historial), ao passo que o Caldes está pela primeira vez na partida decisiva.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade