Breve

Desempate por livres directos dita Porto finalista

Sep 21, 2019

O Porto está na final da Elite Cup, depois de vencer o Benfica no desempate por livres directos por 2-1. Os dragões regressam à partida decisiva deste torneio, repetindo a presença da edição inaugural.

Numa partida bem disputada, mas carente do ambiente que certamente não faltará noutros confrontos ao longo da temporada, o Benfica entrou melhor, mas o Porto foi crescendo ao longo da primeira parte – beneficiando quiçá de maior frescura física (na véspera, os dragões jogaram às 11h e as águias às 21h) –, sempre sem que nenhuma das equipas se impusesse de forma dominadora.

A seis minutos e meio do intervalo, os encarnados inauguraram o marcador, num lance infeliz de Gonçalo Alves que acabou por trair Malián com as costas depois de um “cruzamento” a meia altura de Nicolía. No derradeiro minuto antes do descanso, Reinaldo Garcia, aproveitando uma soberba assistência de Gonçalo Alves para o coração da área, repunha a igualdade. Que não se alteraria na segunda parte, apesar de lances bem gizados de parte a parte.

Indo directamente para a inovação dos desempates por livres directos, ninguém marcou na primeira série de três para cada lado. Depois Poka e Adroher voltaram a falhar, até que Carlo Di Benedetto marcou. Com hipótese de repor a igualdade, Nicolía não conseguiu bater Xavier Malián, que garantia a presença na final e o prémio de MVP deste jogo.

Para o Benfica, depois de afastado nas meias-finais em 2018 nas grandes penalidades pela Oliveirense, esta é a segunda vez consecutiva que falha a final no desempate. Na final, este domingo, o Porto defronta o Sporting a partir das 16h.

Porto 1-1 (1-0 ld) Benfica

Meias-finais

Árbitros: Joaquim Pinto e Luís Peixoto

Marcha do marcador

Primeira parte: 0-1 Carlos Nicolía, 1-1 Reinaldo Garcia

Segunda parte: -

Livres directos: Giulio Cocco falha, Jordi Adroher falha, Gonçalo Alves falha, Carlos Nicolía falha, Carlo Di Benedetto falha e Edu Lamas falha; Poka falha, Jordi Adroher falha, Carlo Di Benedetto marca e Carlos Nicolía falha

Porto

Cinco inicial: Xavier Maliàn (gr), Daniel Oliveira (“Poka”), Rafa, Giulio Cocco e Reinaldo Garcia

Jogaram ainda: Carlo Di Benedetto, Gonçalo Alves e Sergi Miras

Treinador: Guillem Cabestany

Benfica

Cinco inicial: Pedro Henriques (gr), Diogo Rafael, Edu Lamas, Carlos Nicolía e Gonçalo Pinto

Jogaram ainda: Albert Casanovas, Jordi Adroher e Valter Neves

Treinador: Alejandro Dominguez

Disciplina

Nada a registar

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade