Notícia

Esperado pleno luso, mas com campeão a ter de suar

Nov 01, 2019

A aventura portuguesa na edição deste ano da Eurockey Cup de Sub-15 começou com um pleno de vitórias. Naqueles que seriam os seus jogos mais fáceis na fase de grupos, Paço de Arcos, Valongo, Porto e Sintra cumpriram e atacam esta sexta-feira – com jornada dupla - um lugar nos quartos-de-final.

Ironicamente, seria o campeão em título, Paço de Arcos, quem sentiria mais dificuldades. A idade não perdoa e, dos campeões de 2018, Ricardo Pereira só levou a Vilanova i la Geltrú o guarda-redes Diogo Mendes e o atacante Ivo Duarte. O Wimmis seria uma agradável surpresa.

A equipa helvética, com praticamente os mesmos jogadores que se apresentara o ano passado mas um ano mais maduros, concedeu o domínio de jogo aos portugueses, mas mostrou bom hóquei, bons executantes e disciplinados.

O capitão do Paço de Arcos, David Fonseca, deu vantagem à sua equipa, no único golo que o jogo viu na primeira parte. A segunda parte abriu com o empate, por Timon Seewer, mas Guilherme Monteiro não demorou a repor a vantagem da equipa da Linha. No entanto, o Wimmis também não demoraria a fazer o 2-2, com Timon Seewer a bisar.

O descolar no resultado que se espera em confrontos entre portugueses e suíços não aconteceria, com mérito total para os helvéticos. A equipa orientada por Simon Brand (que na Suíça compete em Sub-17) esteve mesmo perto de passar para a frente, numa grande penalidade a sete minutos do apito final, mas – já nos derradeiros quatro – David Fonseca tirou um coelho da cartola e, numa picadinha, garantiu três pontos que mantém as esperanças de apuramento intactas. Mas, pelo que se viu na partida entre Scandiano e Reus (com vitória catalã por 2-3), a missão será muito complicada.

Goleadas

Nos outros três jogos, as equipas portuguesas golearam. E sem sofrer golos.

O Valongo já vencia os ingleses do Letchworth ao intervalo por seis golos e descansou, num jogo em que João Pereira assinou quatro dos tentos valonguenses da vitória por 8-0. Esta sexta, o Valongo defronta o Caldes do técnico português Bruno Afonso e os italianos do Breganze. Na ronda inaugural, o Caldes venceu o Breganze por tangencial 2-1.

O Porto “demoliu” os germânicos do Cronenberg, batendo a diferença máxima de 10 golos “permitida”. Os dragões que se sagraram campeões nacionais do escalão às ordens de Reinaldo Garcia – que tem um Clássico com o Sporting para jogar este domingo – marcaram por 11 vezes sem resposta, sendo de destacar o hat-trick de José Azevedo a abrir. Ao intervalo, o Porto já vencia por sete, acabando com o registo oficial de 10-0. Na jornada dupla, os azuis-e-brancos defrontam Dominicos e Quevert. A equipa galega venceu a formação gaulesa por 2-1.

O Sintra, em estreia nestas andanças da Eurockey Cup, acusou alguns nervos na estreia. O esperado triunfo frente aos ingleses do Herne Bay United começou a ser construído cedo – com um golo de Duarte Neo aos dois minutos – mas tardou em ganhar expressão.

Ao intervalo, os sintrenses de David Veiga venciam por 2-0 e o terceiro, pelo capitão Dinis Amaral, surgiu já a meio da etapa complementar. A goleada ganharia forma nos derradeiros dois minutos. Francisco Pascoal – que já marcara na primeira parte – assinou mais dois golos e Tiago Baudouin fechou as contas no 6-0 final.

Esta sexta-feira, o Sintra joga o apuramento com Vilanova e Trissino, sendo que a equipa da casa triunfou sobre os italianos pela diferença mínima de 3-2, numa jornada em que só as equipas portuguesas – que não o Paço de Arcos… - destoaram no equilíbrio generalizado.

Todas as informações sobre os jogos no site de competição.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade