Notícia

Cimeira da Taça WSE no Minho

Dec 12, 2019

A Taça WSE tem três jogos no Minho no próximo fim-de-semana.

Ir do Parque das Goladas (Braga) ao agora Pavilhão Municipal José Natário (Viana do Castelo) com passagem pelo Municipal de Barcelos é apenas cerca de uma hora de caminho. E, este sábado, o trajecto abarca três jogos da primeira mão dos oitavos-de-final da segunda mais importante prova europeia de clubes.

Será fisicamente impossível estar nas três partidas, dado que o Braga joga às 18h, mas Óquei de Barcelos e Juventude de Viana entram em pista em simultâneo, às 21h30, mas estão prometidos três grandes jogos no Minho depois de uma primeira eliminatória que acabou por ser fácil para as três equipas portuguesas inscritas na competição.

O Braga venceu os alemães do Remscheid por 0-16 e 8-1, o Óquei de Barcelos ultrapassou os suíços do Genève com triunfos por 8-1 e 1-4 e a Juventude de Viana derrubou os também helvéticos do Uttigen por 2-5 e 15-2. Para os oitavos, já se sabia que o teste seria mais árduo.

Campeão em Barcelos

O Óquei de Barcelos recebe o Lleida, actual detentor do troféu, tendo vencido as duas últimas edições da prova. No entanto, ironicamente, este deverá ser o adversário “mais acessível” entre os três embates das equipas portuguesas.

A equipa de Albert Folguera sofreu uma autêntica sangria no seu plantel e é apenas nona na OK Liga, com quatro vitórias, dois empates e seis derrotas, depois de na temporada passada ter mordido os calcanhares às equipas que se qualificaram para a Liga Europeia.

Capitão Andreu Tomàs marcou no último confronto entre Lleida e Barcelos… que valeu a Taça CERS aos catalães

Oriol Vives, com nove golos, é o melhor marcador da equipa no campeonato do país vizinho e liderará o ataque do Lleida em busca de deixar melhor imagem do que na recente visita a Portugal, para disputar a Taça Continental em Setembro último. Nas meias-finais, frente ao Porto, o Lleida caiu por pesados 2-8.

Esta será uma reedição do duelo na final de 2018, em que o então bicampeão Barcelos caiu na final, na decisão por grandes penalidades, em Lleida. Dos autores dos golos nesse jogo, resta apenas Andreu Tomàs, capitão do Lleida. João Almeida rumou à Oliveirense e João Guimarães (“Joca”) ao Braga, “Xixi” Creus - autor da grande penalidade decisiva – abandonou e o argentino Dario Gimenez estará no Minho… mas pelo Valdagno.

Centeno regressa a Braga

Dario Gimenez é uma das figuras – e melhor marcador (11 golos na Série A1) – de um Valdagno que ainda só sofreu uma derrota em 12 partidas para o campeonato. Mas terminou metade delas empatadas, o que relega a equipa de Juan Oviedo para o terceiro lugar.

No entanto, o destaque tem de ir para o regresso de André Centeno ao Parque das Goladas. O internacional português e angolano de 33 anos representou os bracarenses entre 2007 e 2009 e, inclusivamente, passou pelos três clubes minhotos que agora defendem a honra portuguesa na Taça WSE.

Na sua segunda temporada no Valdagno, Centeno é uma das figuras da equipa de Juan Oviedo

Antes da partida para Portugal, o Valdagno somou o seu sexto empate na difícil deslocação a Trissino. O 3-3 final teve muito de Centeno, nada menos que o autor dos três golos “valdagneses”, respondendo a equipa mais lusitana do principal campeonato transalpino por Alessandro Faccin e um bis de Emanuel Garcia, que também regressa a um palco que bem conhece.

Trissino de cunho luso em Viana

Emanuel Garcia conta 36 anos, mas o passar dos anos não lhe afecta a veia goleadora. O argentino que chegou muito jovem a Portugal e ao Porto é o melhor marcador do Trissino na Série A1, com 15 golos, liderando o melhor ataque colectivo da prova, com 57.

Trissino de Sérgio Silva conta com Reinaldo Ventura, Diogo Neves e Emanuel Garcia, todos reforços para esta época.

O Trissino chega a Viana do Castelo, a casa de Emanuel na temporada de 2017/18, como quarto no campeonato transalpino com seis vitórias, dois empates, quatro derrotas e um forte cunho português.

Numa reformulação profunda do plantel, chegaram a Trissino no último defeso – para além de Emanuel – os portugueses Reinaldo Ventura (ex-Viareggio) e Diogo Neves (ex-Bassano), escolhas do técnico Sérgio Silva (ex-Amatori Vercelli), e a equipa é candidata a vencer todas as provas em que está inserida.

Taça WSE – Oitavos-de-final – 1ª mão

Sábado, 14 de Dezembro

? Óquei de Barcelos vs. Lleida ? 21h30 ? Joseph Silecchia e Giovanni Andrisani

? Scandiano vs. Igualada ? 20h45 ? João Duarte e Jaime Vieira

? Braga vs. Valdagno ? 18h ? Arnaud Esoli e Loic Le Menn

? Juventude de Viana vs. Trissino ? 21h30 ? Sergi Mayor e Isaac Sanz

? Girona vs. Follonica ? 20h30 ? José Pinto e Joaquim Pinto

? Lyon vs. Dornbirn ? 20h ? Steff Jordi e Urs Dornbierer

? Caldes vs. La Vendéenne ? 20h ? Paulo Almeida e Sílvia Coelho

? Voltregà vs. Wolfurt ??

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade