Notícia

Campeonatos e Taça a um passo do cancelamento

Apr 28, 2020

A presente temporada está já em “cuidados paliativos” e o cancelamento deverá ser apenas uma questão de tempo. E menos tempo do que estava previsto.

A Federação de Patinagem de Portugal reuniu mais uma vez com os clubes da I Divisão esta terça-feira, apontando em comunicado para nova reunião a 18 de Maio, data que fora estabelecida como limite para definição sobre a continuidade (ou não) da temporada.

No entanto, o cancelamento das presentes edições do Campeonato Nacional da I Divisão (e das restantes categorias) e da Taça de Portugal é um dado praticamente adquirido. Não serão atribuídos títulos, ficando por definir o figurino para a nova temporada, ainda que os cenários de liguilha apresentados estejam (muito) longe de reunir algum tipo de consenso.

Este desfecho da temporada vai de encontro ao que foi também decidido – a 8 de Abril - pela Federação Portuguesa de Futebol para o futsal, e poderá ser seguida por outras modalidades de pavilhão como o andebol, o basquetebol ou voleibol. De resto, o dia 30 de Abril, esta quinta-feira, foi estabelecido como data limite para a decisão relativa ao reatamento ou cancelamento da Liga Placard, principal competição nacional do basquetebol, o que poderá também precipitar o anúncio para o Hóquei em Patins.

Recorde-se que a classificação da I Divisão, suspensa a 11 de Março com 19 jornadas realizadas, estava assim ordenada: 1º Benfica (49 pontos), 2º Sporting (46), 3º Oliveirense (44), 4º Porto (42), 5º Óquei de Barcelos (37), 6º Braga (28), 7º Turquel (25), 8º Sanjoanense (22), 9º Riba d'Ave (20), 10º Valongo (19), 11º Juventude de Viana (17), 12º Paço de Arcos (16), 13º Os Tigres (13), 14º Física (5).

O Campeonato Nacional disputa-se desde 1938, não havendo entrega do título apenas em 1963 e 1964. Nesses anos disputou-se uma prova que se convencionou como Taça de Portugal, que viria mais tarde a ser disputada consecutivamente desde 1975.

Consequência natural do cancelamento de Campeonato e Taça será o também cancelamento da Supertaça António Livramento, que assim continuará na posse do Porto, ficando nos anais da História como o único troféu entregue nesta fatídica temporada de 2019/20. Da pretérita temporada, o Porto segurará o título de campeão, enquanto a Oliveirense permanecerá como vencedora da Taça.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade