Notícia

Nicolas Gutiérrez, a aposta do Óquei de Barcelos

May 23, 2020

Foto de capa: Club Deportivo Unión Estudiantil

Esta quinta-feira, o Óquei de Barcelos surpreendeu com o anúncio de mais um reforço. Quando se pensava que o plantel que estará às ordens de Rui Neto (ex-Braga) poderia estar fechado, os barcelenses anunciaram o jovem argentino Nicolás Gutierrez.

Completando 20 anos em Outubro, Nicolàs junta-se aos compatriotas “Conti” Acevedo (ex-Braga) e Dário Gimènez (ex-Valdagno) e ainda a Rafael Lourenço (ex-Paço de Arcos) e Tomás Pereira (ex-Riba d’Ave) e aos regressados “Joca” Guimarães (ex-Braga) e Reinaldo Ventura (ex-Trissino) num extenso rol de reforços, mantendo-se desta temporada apenas Zé Pedro, Luís Querido, Miguel Rocha e o guarda-redes “Joka” Ferrreira.

Nicolàs, que sai da sua Argentina atrás do sonho Europeu, é – para já – um desconhecido do grande público. “Comecei a jogar Hóquei em Patins com três anos e ganhei muitos torneios nos escalões de formação”, conta-nos. “Em 2015 estreei-me na Primeira Divisão. Regressei ao Social San Juan e disputei a final do Pan-Americano”, recorda.

Em 2018, Nicolas Gutierrez esteve na final do Pan-Americano de Clubes pelo San Juan, ao lado de nomes consagrados e bem conhecidos dos portugueses, como Carlos López e Mariano Velazquez. Mariano avaliza a contratação do Óquei de Barcelos. “Fizeram uma grande contratação. É um esquerdino muito veloz, com bom remate, e, além de tudo, é uma grande pessoa”, sublinha, deixando um recado. “Desejo-lhe toda a sorte do mundo porque é um excelente rapaz e um grandíssimo jogador”, reitera.

De facto, e apesar do anunciado pelo Barcelos e posteriormente ecoado, o Social San Juan não seria o último clube de Nicolás antes de agora chegar a acordo com o Óquei de Barcelos. Em 2019, o jogador regressou ao Club Deportivo Unión Estudantil, onde cumprira parte da sua formação, e era com a “albi-verde” e não a “albi-azul” que se afirmava como mais um dos talentos da sua geração.

Alfred Bridge, guarda-redes campeão Olímpico em 1992, deixa-nos também excelentes referências. “O ‘Nico’ é um jogador com características técnicas muito boas, esquerdino e com boa meia distância. É um jogador de grande nível, um médio que se projecta e que integra muito bem o ataque”, analisa sobre o atleta do Estudantil, agora reforço do Óquei de Barcelos.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade