Notícia

Felamini e Catarina Pedro para manter hegemonia no pós-pandemia

Jun 21, 2020

Foto de capa: Diario de Cuyo

Depois de ter entrado no Hóquei em Patins feminino em 2012, o Benfica só sabe ser campeão. A temporada de 2019/20, com o surgimento do Sporting, era o grande teste, mas, quando o Campeonato Nacional foi interrrompido, a equipa de Paulo Almeida somava 18 jogos e 18 vitórias, com o melhor ataque e melhor defesa da prova. E, entre os triunfos, contavam-se dois sobre as luas, por 1-3 e 4-3, este último no derradeiro jogo antes da suspensão (e posterior cancelamento) da temporada.

Para a nova temporada, é já certa a saída da asturiana Marta Piquero (regressa à OK Liga Feminina), estando por oficializar outras saídas. E as águias - que tinham conquistado um lugar na Final Four da europeia Taça da Liga Feminina - não parecem querer "adormecer" à sombra dos títulos do passado.

Da Argentina chega Maria Florência Felamini, já oficializada pelo emblema da Luz. A atacante de 22 anos é uma certeza no Hóquei em Patins e a sua não chamada ao Campeonato do Mundo de 2019 acabaria por ser uma surpresa.

Em Dezembro de 2018 mostrou-se ao Mundo com a conquista da Taça Intercontinental pelo Concepción. Nas meias-finais, assinou dois golos na vitória das argentinas por 4-3 sobre o Benfica e, na final, Flor apontou nada menos que os quatro tentos no triunfo sobre o Gijón de Marta Piquero, num triunfo por 4-2.

O seleccionador Jorge Otiñano não a convocou para Barcelona (ficou entre as três de "reserva") e teve de ouvir recados de revolta da jogadora sanjuanina após nova conquista do Pan-Americano, em Outubro, depois de um bis na decisiva vitória por 4-2 sobre o Unión. A não chamada aos World Roller Games levara Flor Felamini a equacionar mesmo o abandono...

Felamini trará consigo a promessa de golos, juntando-se num tridente temível a Maria Sofia Silva, que liderava a lista de melhores marcadoras, e Marlene Sousa. Nesta edição do Campeonato, as águias somavam 222 golos em 18 jogos, numa média superior a 12 por jogo...

Catarina Pedro

Para além de Flor Felamini, o Benfica já terá também chegado a acordo com a jovem internacional portuguesa Catarina Pedro.

A jogadora que completa 18 anos em Julho esteve, ao contrário da argentina, no Campeonato do Mundo de Barcelona, mas com o claro intuito de integração, dado que acabaria por somar poucos minutos.

De quinas ao peito, a habilidosa jogadora do Nafarros - que representa desde os 11 anos - jogaria ao lado de jogadoras do Benfica como Inês Vieira ("Bé"), Maria Sofia Silva e Marlene Sousa ou a guarda-redes Maria Celeste Vieira.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade