Notícia

Óquei de Barcelos com Liga Europeia em mira

Aug 25, 2020

O Óquei de Barcelos deverá reclamar para si a última vaga para a próxima edição da Liga Europeia, prova máxima de clubes do Velho Continente.

Depois dos franceses do Coutras e dos suíços do Genève terem assumido o seu interesse em entrar nas três vagas que sobraram após as inscrições para a Liga Europeia, nem a federação italiana, nem a federação alemã (nem demais) conseguiram ocupar a vaga restante. Regressando ao topo do ranking de países, a vaga será "oferecida" a Portugal e, já tendo demonstrado interesse, o Óquei de Barcelos não deverá deixar fugir a oportunidade.

Após uma época "cancelada", na Europa vigora o ranking da temporada de 2018/19 e, nesse, Portugal coloca cinco clubes entre os seis primeiros, sendo o Barcelona a excepção que confirma a regra. Tal garante à federação lusa a liderança em termos de países e, agora, a prioridade para ocupar a vaga que sobra para os 16 da Liga Europeia, palco maior do Hóquei em Patins.

O Óquei de Barcelos já mostrara a sua ambição aquando da apresentação e deverá dar mais um passo entre a "nata" da modalidade.

Quinto no ranking de clubes da WSE de 2018/19, apenas atrás de Barcelona, Benfica, Porto e Oliveirense (e à frente do Sporting, apesar do título europeu dos leões), o Óquei de Barcelos soma um título de campeão europeu, conquistado em 1991, quando a prova máxima ainda era a Taça dos Campeões Europeus e a final - na altura frente aos italianos do Roller Monza - era a duas mãos.

Os barcelenses regressariam à decisão do título em 1994 (frente ao Igualada), ainda a duas mãos, e em 2002 (frente ao Barcelona), já como Liga Europeia, numa Final Four realizada em Guimarães, mas não voltaria a vencer. Depois de anos mais complicados, "O Maior de Portugal" regressou recentemente à glória europeia com a (dupla) conquista da Taça CERS em 2016 e 2017.

Sem conseguir um lugar nos quatro primeiros do Campeonato Nacional desde 2006/07, o Óquei de Barcelos esteve pela última vez na Liga Europeia em 2008/09, numa participação modesta. Terminou em quarto num grupo com Follonica, Liceo e Vilanova, somando apenas três pontos e "despedindo-se" com uma pesada derrota na Corunha por 6-0.

Nesse derradeiro jogo para a Liga Europeia marcaram pelos "liceais" Joan Grasas, Reinaldo Garcia (agora no Porto) e bisaram Jordi Bargalló (Oliveirense) e Pablo Alvarez (Barcelona). Do plantel que agora estará às ordens de Rui Neto, estiveram presentes Zé Pedro e Luís Querido. Mas Querido, hoje capitão barcelense, então ainda júnior, jogou pelo Liceo.

A confirmar-se o "salto" do Barcelos para a Liga Europeia, a elenco da prova ficará assim composto:

Portugal (5)

Benfica, Oliveirense, Óquei de Barcelos, Porto e Sporting

Espanha (4)

Barcelona, Liceo, Noia e Reus

França (3)

La Vendeenne, Saint-Omer e Coutras

Suíça (2)

Diessbach e Genève

Alemanha (1)

Herringen

Itália (1)

Bassano

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade