Notícia

(Ainda mais) longa se torna a espera...

Sep 26, 2020

Foi muito longa – 203 dias! – a espera para o regresso do Campeonato Nacional da I Divisão e, para alguns, será ainda mais longa. Como para Carlo Di Benedetto ou Franco Ferruccio (“Tato”).

A escassas duas semanas do Clássico que marca o arranque da nova edição do Nacional da I Divisão, o azar bateu à porta de Carlo Di Benedetto.

Na final do torneio António Augusto D. Matos, em Paços de Ferreira, o Porto ergueu o troféu com um triunfo claro sobre o Braga por 10-1 e o capitão da selecção gaulesa até assinou dois golos. Mas contraiu uma fractura no tornozelo direito.

A fractura obriga a intervenção cirúrgica e os dragões anunciaram uma recuperação prevista de três meses que, a confirmar-se, levará à perda de toda a primeira volta do campeonato, que termina a 5 de Dezembro. O atacante de 24 anos que inicia a sua segunda época às ordens de Guillem Cabestany deverá estar apto para o arranque da segunda volta, agendado para 9 de Janeiro.

Para o Clássico deste sábado, Cabestany chamará para o lugar do internacional francês o internacional jovem português José Miguel Gonçalves. Zé Miguel, de 19 anos, já esteve presente no Torneio Cidade de Valongo e conquistou a confiança do técnico catalão dos azuis-e-brancos. Campeão da Europa de Sub-17 em 2017, em Itália, Zé Miguel ficou na história do Hóquei em Patins como o autor do último “golo de ouro” – na final desse Europeu - antes da regra ser abolida. O tento “dourado” valeu o título na final frente à Espanha.

“Tato” está de castigo

Por motivos bem diferentes, Franco Ferruccio (“Tato”), da Oliveirense, também falhará o arranque da edição 2020/21 do Campeonato Nacional da I Divisão. Em concreto, as quatro primeiras jornadas.

No derradeiro jogo antes da suspensão das provas, o argentino de 22 anos, então ao serviço do Óquei de Barcelos, foi expulso no Dragão Arena ainda não estavam cumpridos seis minutos de jogo. Antes, ainda teve tempo para apontar um golo e a justiça da expulsão foi muito discutida, mas Tato não se livrou de um castigo pesado.

Paulo Pereira levou “Tato” do Óquei de Barcelos para a Oliveirense com quatro jogos de castigo na “bagagem”

Castigado com quatro jogos de suspensão quando não houve mais jogos para cumprir castigo em 2019/20, o atacante não poderá entrar nas contas de Paulo Pereira nas recepções à Juventude de Viana e Riba d’Ave e nas deslocações ao João Rocha, para defrontar o Sporting no jogo grande da segunda jornada, e a Tomar.

O irreverente jogador poderá regressar para o dérbi regional com a Sanjoanense, a 24 de Outubro.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade