Notícia

Um Porto a evitar

Jan 14, 2015

Benfica e Barcelona disputam este sábado na Luz o primeiro lugar do grupo A da Liga Europeia, embora um empate relegue a decisão para a derradeira jornada. Com as duas equipas já apuradas para os quartos-de-final, o encontro reveste-se de particular importância para o emparelhamento nessa fase da prova, dado que o vencedor do grupo deverá evitar o Futebol Clube do Porto.

2014 marcou a décima final perdida pelos azuis-e-brancos, a sexta frente ao Barcelona

O primeiro lugar do grupo D ainda pode fugir aos dragões mas apenas numa conjugação de resultados que se cingirá ao mundo da matemática. O Porto teria de perder os seus jogos frente a Valdagno (por mais de quatro golos em Itália) e La Vendeenne (por mais de dois no Dragão Caixa) e franceses ou italianos, para além de vencerem o Porto, teriam de vencer também o Vendrell. E a equipa catalã que no ano passado chegou à Final Four, mesmo já não chegando ao primeiro lugar, ainda tem (fortes) hipóteses de apuramento numa altura em que está em crescendo na OK Liga.

O Porto conquistou a prova máxima europeia de clubes em duas ocasiões (1986 frente ao Novara e 1990 diante do Noia) mas esteve outras 10 (!) vezes na decisão, incluindo nas duas últimas épocas. Em seis dessas ocasiões perdeu o título para o Barcelona, a última das quais na derradeira temporada.

Os azuis-e-brancos viajam este sábado até Valdagno onde, depois de terem perdido Nicolía no defeso, perderam Massimo Tataranni neste mercado de Inverno. Com os argentinos Lucas Ordoñez e Massimiliano Oruste como figuras, a equipa italiana vai tentar redimir-se da derrota por 6-2 no Dragão Caixa na primeira jornada desta fase de grupos para discutir o apuramento em Vendrell no início de Fevereiro.

O percurso do Porto tem sido imaculado e Benfica e Barcelona desejarão evitar a equipa de Tó Neves nos quartos-de-final. Sendo a par dos campeões italianos Forte de Marmi de Pedro Gil (grupo C) a única equipa que conta por vitórias os quatro jogos realizados, os dragões já marcaram 26 golos, sofrendo 13. Na primeira volta, o Porto venceu o Valdagno por 6-2 e, fora de portas, o La Vendeenne por 3-5 e o Vendrell por 7-9.

A suada vitória em Vendrell

A vitória sobre os catalães obrigou a trabalho suplementar para ultrapassar a desvantagem de quatro golos que se registava a nove minutos do fim mas na ronda seguinte – marcada por problemas de voo da equipa “rojinegra” para Portugal –, o Porto foi categórico, com uma vitória por 9-1 que selou o apuramento para a próxima fase da prova.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade