Notícia

Sporting isola-se

Nov 06, 2020

Realizada na íntegra esta quarta-feira, a 7ª jornada terminou com um líder isolado. O Sporting venceu na deslocação a Barcelos e beneficiou da derrota do Valongo frente à Oliveirense.

Em Barcelos, num dos grandes Clássicos do Hóquei em Patins nacional, houve suspense quando tudo já parecia decidido para os leões. Mas Ângelo Girão segurou os três pontos.

João Souto adiantou a formação lisboeta aos dois minutos e no último minuto da primeira parte, de regresso ao Municipal de Barcelos, Álvaro Morais ("Alvarinho") ampliou.

O destemido Barcelos, que já mostrou que olha qualquer adversário olhos nos olhos, foi atrás do resultado. Dario Giménez reduziu de livre directo e alimentou fundadas esperanças, mas o Sporting conseguia segurar a vantagem na sua gestão muito particular.

Finda a 7ª jornada estão disputadas seis... A 6ª jornada está adiada para 11 de Novembro.

Já na recta final do encontro, com pouco mais de um minuto para jogar, Reinaldo Ventura teve uma soberana oportunidade para igualar, mas permitiu, numa grande penalidade, a defesa a Ângelo Girão. E, instantes depois, uma escorregadela infeliz deixou Ferran Font isolado. O jogador natural de Voltregà, que desperdiçara um livre directo ("culpa" de uma grande intervenção de "Conti") dois minutos antes, não voltou a ser perdulário.

O resultado parecia feito. Mas, mesmo com poucos segundos no marcador, o Barcelos ainda teria uma última palavra. Ou duas. Primeiro, bem audível, Miguel Rocha marcou de grande penalidade e reduziu para 2-3. Depois, abafada, quando Giménez não conseguiu voltar a marcar de livre directo, perdendo o duelo com Girão.

Valongo perde pela primeira vez e é apanhado pelo Benfica

Em Valongo, a equipa da casa defendia a co-liderança e um estatuto de invicto. Rafael Bessa até inaugurou aos seis minutos para a equipa de Edo Bosch, mas João Almeida respondeu cerca de minuto e meio depois. A fechar a primeira parte, Pedro Moreira fez o 1-2 para o emblema que o agora treinador do Valongo representara na pretérita temporada.

Na etapa complementar, a Oliveirense foi mais eficaz. Lucas Martinez e Franco Ferruccio ("Tato") contribuíram para uma vantagem aparentemente confortável. Aparentemente. O Valongo mostrou que a sua invencibilidade não era um acaso e respondeu por Guilherme Silva e Carlos Ramos, reduzindo para a margem mínima ainda com largos 11 minutos para jogar... mas o resultado já não se alteraria, mantendo-se o 3-4 até ao apito final. Caía - mas com brio - a invencibilidade valonguense.

Lucas Ordoñez assinou o terceiro hat-trick consecutivo e já conta 14 golos em seis jogos.

Na Luz, Lucas Ordoñez voltou a ser o abono das águias no que a golos diz respeito, somando o terceiro hat-trick consecutivo na prova.

Sem Carlos Nicolía, seria o capitão Valter Neves a inaugurar o marcador, para o inevitável "Lukitas" ampliar. João Maló, que representou as águias na formação, reduziu para Os Tigres, mas Edu Lamas voltou a repor a vantagem encarnada de dois golos antes do intervalo.

Na etapa complementar, o Benfica geriu, privilegiando a coesão defensiva que Alejandro Dominguez enaltece. No ataque, Lucas Ordoñez fez o seu segundo logo no primeiro minuto e o terceiro a oito minutos do fim, fixando o 5-1 final.

Os encarnados somam agora 13 pontos, tantos como o Valongo e a três do líder Sporting.

Porto sem facilidades

O Porto voltou a não ter um jogo fácil. No Dragão Arena, Rafa marcou cedo, mas a resposta de Gonçalo Neto foi quase imediata.

Os dragões foram mais fortes, tiveram mais oportunidades (algumas soberanas), mas o guardião Bruno Guia cotou-se com uma exibição extraordinária, e o empate perdurou até ao intervalo.

No arranque da segunda parte, já com Jorge Correia na baliza vianense, o empate foi desfeito... para a Juventude de Viana. Gonçalo Neto bisou e faz pairar nos azuis-e-brancos o fantasma do arranque da pretérita temporada, em que os vianenses lograram um empate (a três) como visitantes, então na casa emprestada de Fânzeres.

No entanto, desta vez, a equipa de Guillem Cabestany daria a volta. Giulio Cocco repôs a igualdade aos 10 minutos e bisou aos 18 para a reviravolta. Um minuto depois, o capitão Reinaldo Garcia fazia o 4-2.

Tomar vence dérbi da zona Centro

A Centro, num dérbi regional, o Tomar venceu em Turquel por 2-4, num jogo em que os guarda-redes foram os protagonistas maiores.

Nos primeiros cinco minutos de jogo, Ivo Silva e Tiago Rafael fizeram desde logo o resultado com que se chegaria ao intervalo. Muito por culpa de Diogo Almeida e Francisco Veludo, muito seguros entre os postes.

Na segunda parte, a resistência dos guardiões seria quebrada de bola parada. Marcou primeiro, de livre directo, Ruben Sousa, para a equipa nabantina, apenas minuto e meio após o regresso dos balneários. O Turquel ia em busca do empate, esbarrando na exibição de Veludo, faltando arte e engenho ao Tomar para bater Diogo Almeida e “matar” o jogo.

A sete minutos do fim, também de livre directo, Vasco Luís batia Francisco Veludo para o 2-2 que relançava totalmente o jogo, impondo-se o guarda-redes da selecção angolana ao capitão da equipa da Aldeia do Hóquei pouco depois para segurar o resultado.

A balança inclinou para o lado do Tomar a três minutos do fim, quando, à terceira (com azul a Diogo Almeida por duas saídas precipitadas), Filipe Almeida transformou uma grande penalidade em golo, batendo Gonçalo Duarte. E pendeu definitivamente para os lados do Nabão quando, praticamente sobre o apito, Lucas Honório foi chamado, no pavilhão que o viu nascer e crescer para o Hóquei em Patins, a transformar – e transformou – um livre directo em golo.

O Tomar é sexto e soma agora 10 pontos, tantos como o Porto, sendo que os dragões têm menos um jogo.

Famalicense volta a ganhar

Quem está a “trepar” lugares na tabela classificativa é o Famalicense. Depois de quatro jornadas sem qualquer ponto somado, a equipa de Vítor Silva venceu o Riba d’Ave por 6-1. E agora voltou a marcar meia dúzia para bater a Sanjoanense.

Com uma igualdade a um no marcador ao intervalo, os famalicenses – com destaque para um bis de Pedro Mendes – chegaram a um inusitado 6-2 a seis minutos do final. Já com a garantia que os três pontos não fugiam de Famalicão, Hugo Santos ainda reduziu com dois golos na recta final da partida para um mais polido 6-4.

Braga assinala regresso com vitória

Sem jogar desde 10 de Outubro, o Braga regressou aos jogos com um dérbi minhoto, sempre quente, com o Riba d’Ave.

Nuno Pereira (“Miccoli”) assinou o único tento da primeira parte, mas Gonçalo Meira repôs a igualdade logo no arranque da segunda.

Para Hugo Azevedo, ex-treinador e jogador do Riba d’Ave e agora treinador dos bracarenses, seriam três reforços a valer um triunfo que tardava.

Meira (ex-Óquei de Barcelos) marcou o primeiro e Diogo Seixas (ex-Riba d’Ave) anulou a segunda vantagem dos visitantes, que Dinis Abreu conseguira. Miguel Moura (ex-Valongo), a oito minutos e meio do fim, fez o 3-2 que seria definitivo apesar de minutos finais em que não faltaram oportunidades de golo e contestação, com o técnico ribadavense Raul Meca a ver mesmo o vermelho…

No seu regresso 25 dias depois, o Braga passa a “lanterna vermelha” ao Riba d’Ave, mas não escapa a um dos três lugares abaixo da linha de água. Os Tigres, ainda que igualdade pontual com Juventude de Viana e Turquel, ocupam o outro indesejado lugar.

Na próxima jornada, há dose dupla de jogos grandes. A Oliveirense recebe o Benfica e o Sporting recebe o Porto.

I Divisão 2020/21

7ª Jornada

• Benfica 5-1 Os Tigres

• Porto 4-2 Juventude de Viana

• Braga 3-2 Riba d'Ave

• Turquel 2-4 Tomar

• Famalicense 6-4 Sanjoanense

• Óquei de Barcelos 2-3 Sporting

• Valongo 3-4 Oliveirense

Classificação

1º Sporting (16 pontos), 2º Benfica (13), 3º Valongo (13), 4º Oliveirense (12), 5º Óquei de Barcelos (11), 6º Tomar (10), 7º Porto* (10), 8º Famalicense (6), 9º Sanjoanense (5), 10º Juventude de Viana* (4), 11º Turquel (4), 12º Os Tigres (4), 13º Braga** (3), 14º Riba d'Ave (3)

* com menos um jogo

** com menos dois jogos

8ª Jornada

• Sporting vs. Porto • 7.Nov • 15h

• Oliveirense vs. Benfica • 7.Nov • 15h

• Sanjoanense vs. Turquel • 7.Nov • 17h

• Tomar vs. Braga • 7.Nov • 18h

• Riba d'Ave vs. Óquei de Barcelos • 7.Nov • 18h30

• Os Tigres vs. Famalicense • 7.Nov • 21h

• Juventude de Viana vs. Valongo • 7.Nov • 21h30

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade