Notícia

Sporting 'parado' em Viana e Óquei de Barcelos e Porto aproximam-se

Nov 15, 2020

Mesmo continuando com um jogo em atraso, o Sporting perdeu a oportunidade de regressar à liderança isolada da I Divisão ao empatar, a um, em Viana do Castelo.

O Sporting somava seis vitórias e apenas um empate (na Luz) em sete jogos realizados e, mantendo-se como a única equipa sem derrotas na prova, era favorito na deslocação à pista da Juventude de Viana. Mas os vianenses vendem sempre muito cara a derrota no agora Pavilhão José Natário.

Aos sete minutos, Diogo Casanova adiantou a equipa de André Azevedo num jogo de reencontro de campeões do Mundo de Sub-20 de 2015: Casanova e Pedro Batista de um lado e Álvaro Morais (“Alvarinho”) e Gonçalo Nunes do outro.

Os leões procuraram anular a vantagem da coesa equipa vianense e o empate acabaria mesmo por chegar, por Alessandro Verona, a quatro minutos do intervalo, confirmando o estatuto de um dos jogadores fundamentais para Paulo Freitas esta temporada.

O jogador transalpino ainda podia ter virado vilão, com dois azuis vistos, mas nem Gustavo Lima, nem Gonçalo Neto (este já na segunda parte) conseguiram bater Girão (decisivo numa mão cheia de lances com selo de golo), nem os vianenses – sem João Pedro Pereira, cedido pelos leões - aproveitaram a vantagem numérica. E, também de livre directo, o Sporting teria a última oportunidade para desfazer o empate, mas Gonzalo Romero também não conseguiu transformar em golo.

Óquei de Barcelos e Porto mais perto

Aproveitando o empate leonino, Óquei de Barcelos e Porto aproximaram-se do topo de classificação, tendo – tal como os leões – ainda uma partida em atraso.

O Óquei de Barcelos venceu - e passou na classificação – o Tomar. Os barcelenses controlaram totalmente a primeira parte e a vantagem de 3-1 que se registava ao intervalo era lisonjeira para os nabantinos. Dario Gimenez fez o primeiro de livre directo, num remate forte, sem malabarismos perante um Francisco Veludo que o conhecia bem do campeonato italiano e Reinaldo Ventura ampliou numa falha de marcação contrária.

Criando raras oportunidades, o Tomar logrou reduzir por Pedro Martins e, já depois de Rafael Lourenço ter reposto a vantagem de dois tentos, até poderia ter voltado a marcar. Primeiro num livre directo de Rúben Sousa – que representou o Óquei de Barcelos entre 2016 e 2019 – e, mesmo a fechar a primeira parte, numa situação de vantagem numérica que “Conti” resolveu.

Na etapa complementar, Luís Querido ampliou para 4-1 de grande penalidade, e o jogo parecia decidido. No entanto, Filipe Almeida e o “benjamim” Lucas Honório relançaram a incerteza, reduzindo para a diferença mínima. Faltavam jogar mais de sete minutos e a “equipa surpresa” deste campeonato foi atrás do empate.

A precipitação em busca do golo, deixou Miguel Rocha solto para, a três minutos e meio do fim, fazer o 5-3 que, neste momento, decidia o jogo. “Impiedoso”, o mesmo Miguel Rocha faria o sexto (de grande penalidade) e o sétimo, ambos no último minuto, castigando de sobremaneira a prestação dos tomarenses com um 7-3 final.

O Porto, depois de vencer o Valongo a meio da semana por 6-0, repetiu a receita perante o Riba d’Ave, mas descansando mais cedo. Aos 14 minutos, os dragões já venciam por 3-0, com golos de Gonçalo Alves, Mena e Rafa.

Na segunda parte, Gonçalo Alves voltou a marcar de grande penalidade e Reinaldo Garcia e Giulio Cocco fecharam a contagem para o segundo triunfo (consecutivo) sem sofrer golos. Apenas o Turquel, na recepção a’Os Tigres este fim-de-semana, também obrigou o adversário a ficar a zeros…

Braga consegue segunda vitória

Em retoma competitiva, o Braga logrou ao sétimo jogo a segunda vitória. Os bracarenses venceram a Sanjoanense por 3-2.

Num duelo de equipas jovens – com três campeões do Mundo de Sub-20 de cada lado (e ainda "faltaram" Tiago Almeida e João Lima) -, seria a equipa de São João da Madeira a adiantar-se no marcador, por Hugo Santos, mas o Braga “virou” em dois minutos, com golos de Ângelo Fernandes e Gonçalo Meira. Ainda na primeira parte, António Trabulo ampliou para 3-1 e a Sanjoanense não conseguiria melhor que reduzir, já na segunda parte, por Xavi Cardoso.

Tiago Almeida e João Lima, campeões do Mundo de Sub-20 em 2017 e ambos da Sanjoanense, não terão ido a jogo por suspeita de SARS-CoV-2.

Já na próxima quinta-feira, dia 19, em jogo que será arbitrado por António Santos e Pedro Miguel Sousa, o Braga cumpre mais um jogo em atraso, jogando no Dragão Arena a partida da 4ª jornada. O Porto ficará “em dia”, mas continuará a faltar aos bracarenses um jogo, com o Sporting, já previsto para dia 25.

Para o próximo fim-de-semana, está prevista a 10ª jornada na íntegra, apesar de haver ainda alguns horários pendentes da necessária alteração para o período matinal face às restrições impostas. Destaque para a deslocação do Porto a Tomar, em partida que será jogada às 11h de dia 22 (domingo).

I Divisão 2020/21

9ª Jornada

• Turquel 3-0 Os Tigres

• Famalicense 3-4 Oliveirense

• Valongo 2-8 Benfica

• Juventude de Viana 1-1 Sporting

• Porto 6-0 Riba d’Ave

• Óquei de Barcelos 7-3 Tomar

• Braga 3-2 Sanjoanense

Classificação

1º Benfica (20 pontos), 2º Sporting* (20), 3º Oliveirense (18), 4º Óquei de Barcelos* (17), 5º Porto* (16), 6º Valongo (16), 7º Tomar (16), 8º Sanjoanense (9), 9º Juventude de Viana* (8), 10º Turquel (7), 11º Os Tigres (7), 12º Braga** (6), 13º Famalicense (6), 14º Riba d'Ave (6)

* com menos um jogo

** com menos dois jogos

10ª Jornada

• Oliveirense vs. Turquel • 21.Nov • 11h

• Benfica vs. Famalicense • 21.Nov • 11h

• Sporting vs. Valongo • 21.Nov • 15h (a alterar)

• Sanjoanense vs. Óquei de Barcelos • 21.Nov • 17h (a alterar)

• Riba d’Ave vs. Juventude de Viana • 21.Nov • 18h (a alterar)

• Tomar vs. Porto • 22.Nov • 11h

• Os Tigres vs. Braga • 22.Nov • 16h (a alterar)

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade