Notícia

Só Valdagno venceu na primeira metade da tabela

Dec 14, 2020

Foto de capa: Luca Pietro Santi @ TeamSport-iD

Da primeira metade da tabela, só o Valdagno de André Centeno (bisou) venceu na 11ª jornada, e logo o candidato Lodi. O Sarzana lidera, mas “penou” para empatar em Montebello, com Nuno Paiva a assinar um hat-trick. #SerieA1

Apesar de chegar a Montebello com apenas uma derrota, o Sarzana provou da incerteza que tem marcado esta edição da Serie A1, não indo além de um empate. E o principal culpado é português.

Nuno Paiva garantiu uma vantagem de dois golos, mas Francesco De Rinaldis, ainda na primeira parte, e Francesco Rossi, após o reatamento anularam-na. O Montebello, a realizar uma prova pautada pela regularidade, esteve longe de ser subserviente ao líder da prova e Massimo Tataranni e Nuno Paiva, a completar um hat-trick, voltaram a dar uma vantagem de dois golos.

Valeu então a resiliência rossoneri, à imagem do técnico Alessandro Bertolucci. E valeu Francisco Ipinizar. O argentino apontou os dois golos que fixaram o 4-4 final e garantiu, face aos outros resultados, um ponto muito importante.

Vitórias ‘lusas’ entre teóricos candidatos

Lodi, Valdagno, Forte, Bassano e Trissino seriam, no inicio da temporada, apontados como os principais candidatos ao título. Este fim-de-semana, na perseguição a um inusitado l´´ider Sarzana, só Valdagno e Trissino venceram.

O Valdagno venceu no sempre difícil PalaCastelotti, em Lodi, por 4-7. Illuzzi e Greco deram os primeiros motivos para sorrir a Bresciani, mas André Centeno reduziu e ao intervalo o Lodi vencia por 3-2.

Na segunda parte, De Oro apontou os dois primeiros da sua conta pessoal para virar o jogo a favor de Diego Mir. A oito minutos do fim, Elia Cinquini ainda deixou tudo como no início, com o 4-4, mas o Valdagno estava por cima. Centeno fez o seu segundo, De Oro o terceiro e Davide Piroli fechou as contas.

Noutro jogo entre candidatos, em Forte dei Marmi, o Bassano teve o “pássaro na mão”… Com um bis do ex-oliveirense Pablo Cancela e um golo de Sergio Festa, os gialorossi chegaram a um 0-3 que, no entanto, não seria suficiente para garantir os três pontos.

Puxando dos galões de campeão, o também ex-oliveirense Jordi Burgaya reduziu a 11 minutos do final e Federico Ambrosio tratou do resto, bisando para o 3-3 final.

O galego Pablo Cancela bisou e saltou para o topo da lista de melhores marcadores, com 11 tentos obtidos. Marc Coy, Jordi Mendez, Francesco Rossi e Francisco Ipinizar têm 10.

O Trissino continua em busca do “tempo” (melhor, dos pontos) perdidos. Depois do importante triunfo em Valdagno, a equipa de Nuno Resende triunfou, de forma clara, na pista do recém-promovido Grosseto.

Aos 20 minutos, o Trissino já vencia por 1-5 e, apesar dos anfitriões lograrem chegar a uma desvantagem de dois golos, que vingaria no 5-7 final, os três pontos nunca estiveram em risco. Não obstante a derrota, nota para o hat-trick de Pablo Saavedra.

Regresso em força

A paragem de quase um mês baralhou alguns prognósticos e ninguém emergiu melhor do interregno do que o Follonica de Sérgio Silva. Com somente um ponto somado antes da “pausa”, o Follonica conta por vitórias os três jogos realizados após o regresso.

Desta feita, a “vítima” foi o Correggio. Jeronimo Garcia inaugurou o marcador para os visitantes, mas, com um hat-trick de Marco Pagnini – campeão europeu em 2014 pela “azzurra” – o Follonica virou o jogo e venceria por 4-1.

Monza e Breganze “colados” ao fundo

Na tentativa de fuga aos últimos lugares, Monza e Breganze não conseguem sair dos dois lugares mais indesejados.

Num duelo entre duas equipas que somavam apenas três pontos, o Sandrigo reclamou uma importante vitória em Monza. A equipa de Diogo Neves venceria por 2-3, com destaque para um bis de Cacau, bem conhecido dos palcos portugueses.

O Monza continua assim com apenas uma vitória, somada frente ao lanterna-vermelha Breganze. E os “rossoneri” contabilizaram o sétimo desaire em outros tantos jogos.

Na deslocação a Scandiano, a equipa de Sergi Punset claudicou por 7-3, com hat-trick de David Ballestero e bis de Alex Raffaeli (dois ex-Amatori Vercelli, onde foram colegas dos portugueses Francisco Veludo e João Silva às ordens de Sérgio Silva). O catalão Josep Hernandez, ex-Girona, também bisou.

O campeonato transalpino segue esta quarta-feira, com a recuperação da 6ª jornada. Destaque para o duelo entre Bassano e Trissino e a deslocação do Montebello a Lodi.

11ª Jornada

• Lodi 4-7 Valdagno

• Forte 3-3 Bassano

• Monza 2-3 Sandrigo

• Montebello 4-4 Sarzana

• Grosseto 5-7 Trissino

• Scandiano 7-3 Breganze

• Follonica 4-1 Correggio

Classificação

1º Sarzana (19 pontos, 8 jogos), 2º Valdagno* (16), 3º Lodi* (15), 4º Bassano (14), 5º Forte** (13), 6º Trissino* (12), 7º Montebello** (11), 8º Follonica** (10), 9º Correggio (10), 10º Grosseto** (6), 11º Sandrigo (6), 12º Scandiano** (4), 13º Monza** (3), 14º Breganze* (0)

6ª Jornada

• Lodi vs. Montebello • 16.Dez • 20h45

• Forte vs. Monza • 16.Dez • 20h45

• Bassano vs. Trissino • 16.Dez • 20h45

• Valdagno vs. Correggio • 16.Dez • 20h45

• Breganze vs. Grosseto • 16.Dez • 20h45

• Scandiano vs. Follonica • 16.Dez • 20h45

• Sandrigo vs. Sarzana • 16.Dez • 20h45

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade