Notícia

O milagre italiano

Jan 30, 2021

A Serie A1 foi o primeiro dos grandes campeonato a cumprir na íntegra a primeira volta. Mesmo tendo parado um mês... #SerieA1

Quando a pandemia "estalou" na Europa, em Fevereiro de 2020, Itália era o epicentro dos novos casos e óbitos da CoViD-19, que viria a dar uma volta à vida - também desportiva - de todos.

A 10 de Outubro, a nova edição da Serie A1 arrancou de forma firme, com três jornadas cumpridas na íntegra, nas datas previstas. Depois, chegou a segunda vaga. A quarta jornada teve três jogos adiados e, da jornada cinco, só se realizariam dois. Estávamos no início de Novembro e fechavam-se as portas em Itália. Dos pavilhões também.

Decidiu-se uma pausa, global, de um mês. Sem demais atrasos, regressou-se às pistas a 5 de Dezembro, com uma quarta versão do protocolo CoViD-19 com forte incidência nos testes. Testar, testar, testar foi o segredo. Só se ia a jogo com resultados negativos a testes rápidos nas 72h anteriores à hora das partidas. E tal abrangia jogadores e equipas técnicas das duas equipas, árbitros e pessoal da mesa, como os cronometristas.

Tudo correu na perfeição, com casos pontuais prontamente identificados e isolados. Entre 5 de Dezembro e 27 de Janeiro, em menos de oito semanas e com as pausas para Natal e Ano Novo pelo meio, realizaram-se nada menos que 13 jornadas, entre as que estavam previstas no planeamento inicial e as jornadas de recuperação.

Apesar do número de novos casos semelhante a Portugal, mas com um número de óbitos superior, sempre acima das quatro centenas nesta última semana, no passado dia 27 ficou recuperada a oitava jornada, a única que estava pendente da primeira volta. Por comparação, sem suspensões impostas, a OK Liga espanhola tem "apenas" nove das 16 equipas com 16 jogos realizados e na Primeira Divisão portuguesa apenas o Óquei de Barcelos tem as previstas 16 jornadas cumpridas.

Já este fim-de-semana, continua a corrida com os playoffs em mira em Itália. Correggio, Grosseto e Sandrigo, todos com 18 pontos, procuram reduzir o fosso para o Montebello de Nuno Paiva, que soma 25 e procurará consolidar o seu lugar entre os oito primeiros. A fase regular decorrerá, se não houver imprevistos, até 18 de Abril. No fim-de-semana seguinte disputa-se a Coppa Italia e em Maio arrancam os decisivos playoffs.

17ª Jornada

• Montebello vs. Forte • 30.Jan • 20h45

• Follonica vs. Monza • 30.Jan • 20h45

• Sandrigo vs. Valdagno • 30.Jan • 20h45

• Sarzana vs. Breganze • 30.Jan • 20h45

• Grosseto vs. Scandiano • 30.Jan • 20h45

• Correggio vs. Bassano • 31.Jan • 18h

• Trissino vs. Lodi • 3.Fev • 20h45

Classificação

1º Lodi (40 pontos, 16 jogos), 2º Forte (36), 3º Valdagno (33), 4º Sarzano (32), 5º Trissino (30), 6º Bassano (27), 7º Follonica (26), 8º Montebello (25), 9º Correggio (18), 10º Grosseto (18), 11º Sandrigo (18), 12º Monza (11), 13º Scandiano (5), 14º Breganze (1)

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade