O meu jogo

«Tivemos a sorte que não tivemos no jogo do campeonato»

Feb 14, 2015
Albert Casanovas Vázquez

Depois de uma vitória azul-e-branca para o Nacional da I Divisão por 5-6, a Oliveirense conseguiu uma “vingança” na Taça, afastando o FC Porto em mais um jogo emocionante entre as duas equipas mas que desta feita terminou com um triunfo da equipa de Oliveira de Azeméis por 7-6. Albert Casanovas conta-nos como viveu o jogo.

Começámos muito bem na defesa e muito organizados no ataque. Sabíamos que o Porto é uma equipa letal no contra-ataque e precisávamos de ter uma transição defensiva muito rápida e não perder bolas em zonas perigosas para nós.

Acho que soubemos aproveitar os erros deles e sempre acreditámos que podíamos ganhar o jogo. Quando jogas contra equipas tão boas, tens que ser inteligente e tentar fazer um jogo que não seja confortável para eles. E conseguimos fazê-lo.

Destacaria a exibição do nosso guarda-redes na primeira parte e a nossa paciência com a bola em ataque. Na segunda parte, o jogo foi mais de parada e resposta e, desta vez, tivemos a sorte que não tivemos no jogo do campeonato.

Estamos muito contentes porque, evidentemente, eliminámos uma equipa que era claramente candidata a ganhar a Taça. Agora só temos uma coisa a fazer: continuar a trabalhar com a mesma intensidade. Porque não ganhámos nada, apenas passámos uma eliminatória.

Jogos relacionados

UD Oliveirense
7 : 6
14 Fev 17h00
FC Porto
Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade