Notícia

Entre certezas para já e incertezas para a última jornada

Mar 28, 2021

Em dia de decisões, o Porto garantiu o primeiro lugar, o segundo será para Óquei de Barcelos ou Sporting, o Valongo está no play-off e a Sanjoanense entrou na luta. O Riba d'Ave está "despromovido" e o Turquel ganhou esperança. #PrimeiraDivisão

O desfecho das partidas da penúltima jornada da fase regular da I Divisão levou a algumas certezas, sendo, no entanto, ainda necessário esperar (três longas semanas...) pela derradeira ronda para que a classificação final fique definida.

No Dragão Arena, na recepção ao já despromovidos Os Tigres, o Porto impôs a sua lei e venceu por claros 8-1. O primeiro golo tardou (19 minutos) e ao intervalo os dragões até venciam por tangencial 2-1, mas a diferença entre os pólos opostos da classificação far-se-ia sentir na etapa complementar de um jogo em que Carlo Di Benedetto e Daniel Oliveira ("Poka") bisaram.

A vitória permite desde já ao Porto assegurar o primeiro lugar da classificação, apesar dos triunfos dos perseguidores Óquei de Barcelos e Sporting. Barcelenses e leões venceram partidas dignas de play-off e já sabem que terminarão no pódio.

O Óquei de Barcelos venceu a Oliveirense por 5-3 com um poker de Luís Querido, sendo todos os quatro golos obtidos de grande penalidade. De resto, num jogo intenso, as bolas paradas acabariam por marcar o encontro. Na primeira parte, com três de Luís Querido e uma outra grande penalidade de Marc Torra, o acerto foi total para o 3-1 que se registava ao intervalo. Na segunda, o desacerto de livre directo condicionou outros números.

No João Rocha, o Sporting venceu o Tomar por tangencial 4-3, ficando perspectivas de emoção para um possível embate no play-off. Até porque, se a fase regular terminasse neste momento, leões de Lisboa e das margens do Nabão encontrar-se-iam nos quartos-de-final.

O Tomar, jogando bem, chegou a uma vantagem de dois golos, com Filipe Almeida a bisar, mas Ferran Font e Álvaro Morais anularam antes do intervalo. Na segunda parte, o Sporting consumou a reviravolta aos seis minutos, por Toni Pérez, mas o Tomar não baixou os braços e chegaria à igualdade a oito minutos e meio do final, novamente por Filipe Almeida, a selar um hat-trick.

Intenso, com oportunidades de um lado e de outro, com todos os duelos de bola paradas ganhos pelos guarda-redes (Veludo ganhou seis e Girão três), o jogo seria decidido a dois minutos do fim, num desvio de Platero à boca da baliza. Mostrando inconformismo, o Tomar ainda arriscou, mesmo com menos um jogador, atacar sem guarda-redes, mas sem resultados práticos.

Valongo certo, Sanjoanense coloca um pezinho...

Aos seis primeiros que já estavam certos no play-off, juntou-se o Valongo, com um triunfo em Riba d'Ave que, simultaneamente, condenou os minhotos.

Carlos Ramos ("Carlitos"), com dois golos a meio da primeira parte, deu o mote, e não mais o Valongo saiu da frente do marcador, culminando no 4-3 final. Pese a reacção da equipa de Raul Meca - com destaque para dois golos do ex-valonguense Hugo Barata - a equipa de Edo Bosch não largou os três pontos que lhe valem desde já a certeza do 7º lugar no final da primeira fase, defrontando no play-off Óquei de Barcelos ou Sporting.

Para o Riba d'Ave, fica consumado o regresso à II Divisão (a haver descidas...) depois do justo retorno ao convívio dos grandes em 2018 após uma relegação administrativa.

Para o play-off, a última vaga é agora da Sanjoanense. A equipa de Vítor Pereira "roubou" o lugar à Juventude de Viana em pleno Municipal José Natário, em Viana do Castelo. Os alvinegros venceram por 3-7, mas até foram os vianenses que se adiantaram, chegando ao intervalo a vencer por 2-0.

Xavi Cardoso reduziu aos seis minutos e meio da segunda parte e, já nos últimos nove do encontro, a Sanjoanense acelerou para 2-6, com o decisivo contributo de quatro golos do argentino Facundo Navarro.

No entanto, a Juventude de Viana continua com boas hipóteses de reclamar o 8º lugar. Na derradeira jornada, joga em Almeirim, casa do lanterna-vermelha, ao passo que a Sanjoanense se desloca a João Rocha, onde o Sporting ainda poderá ter hipóteses de chegar a segundo.

Turquel mantém esperança

O Turquel tinha de vencer para continuar a acalentar esperança na manutenção e, desta feita, não falharam. Na recepção ao Famalicense, que também está na luta pela manutenção, a equipa de João Simões venceu por 4-2, com o capitão Vasco Luís a bisar para os dois primeiros golos do encontro.

Na última jornada, o Turquel desloca-se a Valongo e o Famalicense recebe um Braga que até pode carimbar a manutenção já este domingo, quando receber o Benfica no encerramento da penúltima ronda, ou pode ficar em risco de descida...

O desfecho dos encontros pode ditar um empate a três, entre Famalicense, Turquel e Braga, com 24 pontos. Nesse caso, seria o Braga a terminar na zona de descida.

25ª jornada

Sporting 4-3 Tomar

Porto 8-1 Os Tigres

• Juventude de Viana 3-7 Sanjoanense

Óquei de Barcelos 5-3 Oliveirense

• Riba d'Ave 3-4 Valongo

Turquel 4-2 Famalicense

• Braga vs. Benfica • 28.Mar • 15h • Pedro Silva e Pedro Figueiredo

Classificação

1º Porto (63 pontos / 25 jogos)

2º Óquei de Barcelos (60 / 25)

3º Sporting (56 / 24)

4º Benfica (49 / 24)

5º Oliveirense (48 / 24)

6º Tomar (36 / 24)

7º Valongo (30 / 24)

8º Sanjoanense (26 / 25)

9º Juventude de Viana (26 / 25)

10º Famalicense (23 / 25)

11º Braga (23 / 24)

12º Turquel (21 / 25)

13º Riba d'Ave (18 / 25)

14º Os Tigres (10 / 25)

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade