Notícia

A defesa incompleta de Trullols

Apr 13, 2021

Foto de capa: Arquivo da Associação de Veteranos do FCB

A pandemia levou a lenda Carles Trullols, um dos melhores guarda-redes da história da modalidade, que se destacou no Barcelona e na selecção espanhola. #CoViD19 #Luto

Carles Trullols foi, incontestavelmente, um dos melhores guarda-redes de sempre. Para muitos, o melhor, no seu estilo ágil.

Este domingo, a CoViD-19 "fintou-o" e levou uma autêntica lenda do Hóquei em Patins.

Depois de Sant Joan, Magnetos, Vendrell, Espanyol e Cerdanyola, Trullols chegara a um Vilanova que esteve na final da então Taça dos Campeões Europeus. Pela frente teve a "equipa maravilha" do Sporting, e não conseguiu suster Livramento e companhia.

Rumou então ao Barcelona, nesse ano de 1977. Já era dono da baliza da selecção espanhola, com três campeonatos do Mundo e um da Europa erguido, e apontado como um dos melhores de sempre. Pelos blaugrana, tornou-se lendário. Chegou, em seis temporadas, seis vezes à final da mais importante prova de clubes. E venceu todas. A estas juntou mais cinco campeonatos nacionais e três Taças. Conquistaria ainda mais um Mundial e três Europeus, coleccionando um total de quatro de cada.

Este domingo, depois de uma luta prolongada com a CoViD-19, deixou-nos aos 72 anos.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade