Notícia

Dia de fecho de contas

Apr 17, 2021

Este sábado, tudo fica definido antes do play-off, incluindo cruzamentos para a fase decisiva, quem entra já de férias, manutenção e descidas. Em Valongo, há dupla minhota no "tudo por tudo" do Turquel. #Arbitragem #PrimeiraDivisão

Sete equipas já têm lugar assegurado no play-off e duas já sabem que não escapam à zona de despromoção. Sanjoanense e Juventude de Viana procuram conquistar o último lugar no "comboio" do play-off, entrando seis equipas já - e até Setembro - de férias. Entre Famalciense, Braga e Turquel, uma passará as férias a preparar uma temporada na II Divisão, tal como Riba d'Ave e Os Tigres.

Feitas as contas para a última jornada, o Turquel joga o "tudo ou nada" em Valongo. Para a equipa da Aldeia do Hóquei, as contas são simples. Ganha e fica na I Divisão. Não ganha e desce à II Divisão. Para apitar a partida em que os valonguenses não têm nada a perder ou a ganhar (ficam em 7º independentemente de tudo), foi nomeada a dupla constituída por Pedro Figueiredo e Carlos Correia, que chega do Minho.

E é precisamente no Minho que se joga também a manutenção, mas com os ouvidos em Valongo. É que, se o Turquel não vencer, Famalicense e Braga continuam na I Divisão independentemente do desfecho do jogo entre eles. Se o Turquel vencer, só se safa um... Quem vencer ou, em caso de empate, o Famalicense. Para o jogo em Famalicão foram chamados os lisboetas Miguel Guilherme e João Duarte.

Sanjoanense e Juventude de Viana tentam garantir pelo menos mais dois jogos, nos quartos-de-final, precisando para tal de ficar em 8º. É apenas um poleiro para dois galos.

Os vianenses deslocam-se a Almeirim para defrontar os já "condenados" Os Tigres, em jogo arbitrado por Porfírio Fernandes e Manuel Oliveira. Ricardo Leão e Paulo Carvalho estarão na deslocação da equipa de São João da Madeira ao João Rocha.

O João Rocha é também palco de outra "batalha", na "guerra" pelo 2º lugar. O 2º classificado defrontará nos "quartos" o Valongo, ao passo que o 3º terá pela frente o Tomar, e o Sporting terá de fazer melhor que o Óquei de Barcelos para assegurar o "factor casa" até uma eventual meia-final. Os barcelenses jogam pertinho, na Luz, com arbitragem de Pedro Silva e Joaquim Pinto.

Mas, também na Luz há outra "batalha", desta feita pelo 4º lugar. O Benfica, que já sabe que defronta a Oliveirense nos quartos-de-final, tenta assegurar a vantagem de jogar em casa num eventual terceiro jogo. Para a Oliveirense ultrapassar as águias, terá de vencer o Porto - com arbitragem de Rui Torres e Silvia Coelho - e esperar que o Benfica não vença.

À margem de todas as "batalhas" de todas as "guerras" estão Tomar e Riba d'Ave. Os nabantinos terminarão em 6º e jogarão com o 3º nos quartos-de-final, ao passo que os ribadavenses não escapam ao 13º e penúltimo lugar. A haver descidas (nesta época de pandemia nunca se sabe...), o Riba d'Ave disputará a II Divisão em 2021/22.

26ª jornada

• Tomar vs. Riba d'Ave • 17.Abr • 18h • Vítor Roxo e Teófilo Casimiro

• Sporting vs. Sanjoanense • 17.Abr • 18h • Ricardo Leão e Paulo Carvalho

• Os Tigres vs. Juventude de Viana • 17.Abr • 18h • Porfírio Fernandes e Manuel Oliveira

• Oliveirense vs. Porto • 17.Abr • 18h • Rui Torres e Sílvia Coelho

• Benfica  vs. Óquei de Barcelos • 17.Abr • 18h • Pedro Silva e Joaquim Pinto

• Famalicense vs. Braga • 17.Abr • 18h • Miguel Guilherme e João Duarte

• Valongo vs. Turquel • 17.Abr • 18h • Pedro Figueiredo e Carlos Correia

Classificação

1º Porto (63 pontos / 25 jogos)

2º Óquei de Barcelos (60 / 25)

3º Sporting (59 / 25)

4º Benfica (52 / 25)

5º Oliveirense (51 / 25)

6º Tomar (36 / 25)

7º Valongo (30 / 25)

8º Sanjoanense (26 / 25)

9º Juventude de Viana (26 / 25)

10º Famalicense (23 / 25)

11º Braga (23 / 25)

12º Turquel (21 / 25)

13º Riba d'Ave (18 / 25)

14º Os Tigres (10 / 25)

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade