Notícia

Benfica termina em quarto

Jun 04, 2021

Com a eliminação nas "meias" do play-off, o Benfica repete o quarto lugar da primeira temporada de Alejandro Dominguez. Nos últimos 33 anos, é apenas a quarta vez que as águias terminam fora do pódio. #PrimeiraDivisão

No desporto, diz-se que o segundo é o primeiro dos últimos. E, para os candidatos ao título, não há cinzentos na tabela classificativa. Ou se ganha ou se perde. Afastado nas meias-finais, o Benfica perdeu. E terminou fora da consolação do pódio.

As águias garantiram o quarto lugar na fase regular na derradeira jornada e, apesar de - em modelo de play-off - até o oitavo se "arriscar" a ser campeão, terminaria nesse mesmíssimo quarto lugar, na conjugação do afastamento nas "meias" com a classificação da primeira fase.

Alejandro Dominguez repete a classificação alcançada na sua primeira temporada, em 2018/19, quando pegou a meio da época na equipa (era então segunda à condição) após a saída de Pedro Nunes. Na pretérita temporada, a primeira completa do técnico argentino, o Benfica liderava, mas quis a pandemia que tudo fosse cancelado.

Agora, com a derrota no Dragão Arena, fica consumado novo quarto lugar, dado que, também eliminado nas meias-finais, o Óquei de Barcelos reclama o terceiro lugar por ter conseguido melhor classificação na fase regular. E é apenas a quarta vez nos últimos 33 anos que o Benfica termina fora do pódio na classificação final do Campeonato Nacional da I Divisão.

Depois de 1988, o Benfica, recordista com 23 títulos nacionais "ex aequo" (para já) com o Porto, só ficara fora do pódio em 2003/04 e 2009/10.

Em 2003/04, as águias assumiram uma temporada de sobrevivência. Com o plantel dizimado pela crise financeira e mesmo em risco de fechar portas, os encarnados ficaram fora dos seis primeiros que lutariam pelo título na segunda fase e terminaram em sétimo.

Para a temporada seguinte, a equipa foi reconstruída em torno dos "cinco de Paço de Arcos", em que se contava Valter Neves e, até, 2018 somaria três títulos, nove vice-campeonatos e um terceiro lugar. E um quinto, em 2009/10, na primeira temporada de Luís Sénica ao leme.

Classificação 2020/21

Vencedor da final (Porto ou Sporting)

Vencido da final (Sporting ou Porto)

3º Óquei de Barcelos

4º Benfica

5º Oliveirense

6º Tomar

7º Valongo

8º Juventude de Viana

9º Sanjoanense

10º Braga

11º Turquel

12º Famalicense

13º Riba d'Ave

14º Os Tigres

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade