Notícia

Vercelli e Matera nos lugares de Scandiano e Breganze

Jun 08, 2021

Terminou este fim-de-semana a fase de manutenção na Serie A1, mas as contas já estavam feitas. Breganze e Scandiano descem, Vercelli e Matera garantiram a promoção. #SerieA1

Scandiano e Breganze fizeram uma fase regular paupérrima, amelahando respectivamente apenas oito e quatro pontos, e a manutenção numa segunda fase em que os pontos caíam para metade era apenas uma miragem.

Grosseto - que venceria seis em seis - e Monza confirmaram o seu favoritismo, asseguraram a continuidade no palco maior do Hóquei em Patins italiano, e Scandiano e Breganze descem à Serie A2.

Razões para sorrir têm Matera e Hockey Vercelli, que alcançaram a promoção à categoria máxima.

Na final da Serie A2, o Hockey Vercelli arrecadou o título do escalão secundário com um triunfo por 1-6, mas o objectivo primário de promoção e regresso à Serie A1 do Matera já tinha sido alcançado.

Em Matera viveu-se uma época de sonho em 2015/16, quando, orientado por Nuno Resende, foi semifinalista na Taça de Itália, na Taça CERS e na play-off pelo título. Finda essa temporada, Resende rumou ao Lodi e o Matera cometeu irregularidades na inscrição, que culminaram na despromoção. E numa "refundação" do clube. Agora, volvidos cinco anos, o Matera garantiu a "subida" ao eliminar o favorito Viareggio, de Massimo Mariotti, que, na derradeira temporada, marcada pela pandemia, abdicara da Serie A1 por dificuldades financeiras.

Já o Vercelli é um regresso... mas só de nome. O Hockey Vercelli foi fundado em 2019 depois do Amatori Vercelli ter garantido - com Sérgio Silva ao leme e os também portugueses Francsico Veludo e João Silva ("Janeka") - a manutenção. Mas o Amatori não se inscreveria para a época seguinte, e alguns directores discordantes criaram um novo clube que teve uma ascensão meteórica.

Começando na Serie B tiveram o prémio da subida à Serie A2 apesar da temporada interrompida. Recém-promovidos, este ano conquistaram a Taça de Itália da Serie A2, batendo na final o Viareggio por 5-2, e, como já referido, sagraram-se campeões da mesma série.

Com missão cumprida, o técnico Paolo De Rinaldis anunciou que não continuava no comando do Hockey Vercelli e o emblema chamou Sergi Punset, técnico catalão que em Portugal orientou o Candelária durante quatro meses, na temporada de 2015/16.

Se todas as equipas com direito desportivo a participarem na Serie A1 formalizarem a sua inscrição, a próxima edição da prova contará com Forte, Lodi, Trissino, Sarzana, Follonica, Bassano, Valdagno, Montebello, Sandrigo, Correggio, Grosseto, Monza, Hockey Vercelli e Matera.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade