Notícia

Infante Sagres e Benfica decidem Taça

Jul 11, 2021

A decisão da Taça de Portugal de Seniores Femininos será entre Infante Sagres e Benfica, depois de afastarem, respectivamente, CACO e Sporting. O Benfica procura a sétima Taça e sétima dobradinha consecutivas. #TaçaDePortugal #HóqueiFeminino

Infante Sagres e Benfica disputam este domingo a final da Taça de Portugal de Seniores Femininos, depois de vencerem nas meias-finais CACO e Sporting.

A equipa portuense afastou o CACO com um triunfo por 5-3. Andreia Moreira marcou o único tento da primeira parte, valendo a primeira vantagem ao Infante. Já na segunda metade da partida, o CACO logrou anular a desvantagem por duas vezes, igualando a um e a dois, mas à igualdade a dois conseguida aos nove minutos Andreia Moreira respondeu com mais dois golos para um hat-trick pessoal e um desnível no marcador que o Infante soube gerir.

A seis minutos do apito final, Inês Açoreira fez o seu segundo no jogo para o 5-2 que acabava com qualquer esperança da equipa de Campo de Ourique repetir a presença na final, não conseguindo melhor que reduzir para o 5-3.

Semelhanças com a "negra"

Na outra meia-final, Benfica e Sporting reeditaram duelos dos últimos dois fins-de-semana, na decisão do Campeonato Nacional. E o jogo que ditou o apuramento das águias para a sétima final consecutiva teve muitas semelhanças com a "negra" que, com um desfecho de 8-5, lhes valeu o título.

Desta feita foram as encarnadas que se adiantaram, com golos de Flor Felamini e Maria Sofia, mas - tal como na tal "negra" - o Sporting teve uma extraordinária reação a uma desvantagem de 4-1, chegando ao intervalo em igualdade a quatro apesar de ter perdido a guarda-redes Cláudia Vicente, que não resistiu (teve de sair para ser assistida, entrando Inês Caldeira) ao intenso calor que se fazia sentir no pavilhão de Ventosa do Bairro, questionavelmente eleito para esta Final Four. Maria Celeste Vieira, na segunda parte, também passaria visivelmente mal...

Na segunda parte, também como nesse decisivo jogo do Campeonato, o Benfica fugiu no marcador - com mais dois golos de Marlene Sousa (marcou quatro) e mais um de Maria Sofia (bisou) - para garantir o triunfo. Rute Lopes ainda reduziu a dois minutos do fim, mas seria insuficiente para as leoas reclamarem a presença na final.

Águias favoritas

Infante Sagres e Benfica já se defrontaram esta época em duas ocasiões, na segunda fase, com dois triunfos claros da equipa de Paulo Almeida (6-1 e 3-11) e, depois de garantir o troféu com vitórias sobre Sanjoanense (2014), Académica (2015 e 2016), Stuart (2017), Carvalhos (2018) e CACO (2019), o Benfica é claramente favorito.

Cabe às pupilas de Custódio Silva - timoneiro de uma outrora dominadora Nortecoope - tentar evitar o continuar de uma hegemonia total. Depois de 14 de Julho de 2013, quando a Sanjoanense bateu o Turquel na final da Taça de Portugal, as águias conquistaram todos os títulos nacionais (Supertaça, Campeonato e Taça) em disputa.

A final está agendada para as 12h, com transmissão em directo n'A Bola TV.

Meias-finais

• #1 • Infante Sagres 5-3 CACO

• #2 • Sporting 5-7 Benfica

Final

• Infante Sagres vs. Benfica • 11.Jul • 12h

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade