Notícia

Escolhida a 'Armada' para o 'hexa' europeu

Aug 24, 2021

A Espanha anunciou as convocadas para o Campeonato da Europa. Às ordens de Ricard Muñoz, a selecção feminina, na senda de uma outra "Armada Invencível", tentará, na Mealhada, juntar o "hexa" Europeu ao "tri" Mundial. #EuroFem

A Espanha procurará, na Mealhada, entre 10 e 16 de Outubro, conquistar o sexto título de campeã europeia consecutivo e Ricard Muñoz já anunciou as escolhidas.

A selecção feminina espanhola tem dominado as grandes competições e persegue os feitos da "Armada Invencível", sua congénere masculina que, entre 2000 e 2013, venceu seis mundiais e sete europeus. No feminino, o já de si inédito "penta" continental (2009, 2011, 2013, 2015 e 2018) acompanha um inédito "tri" mundial (2016, 2017 e 2019) culminado nos World Roller Games de Barcelona, então com Ricardo Ares - agora treinador do Porto - ao leme, depois de suceder no cargo a Alejandro Dominguez (ex-treinador do Benfica).

Na saída de Alejandro da selecção absoluta masculina, Ricardo foi "promovido", mas acabaria por não disputar qualquer partida oficial até sair para a Invicta. Nos femininos, sucedera-lhe Ricard Muñoz que, gorado o evento em 2020, terá agora o seu primeiro desafio competitivo.

Na convocatória, há novidades. Desde logo, María Diez ("Peke") e a guarda-redes Teresa Bernardas tinham anunciado um fim de ciclo em Barcelona. Sara Lolo, cuja ausência será a grande surpresa, e María Sanjurjo, autora de dois golos na vitória por 8-5 sobre a Argentina na final desse Mundial, também ficam de fora.

O Palau, vencedor da última edição da OK Liga e da europeia Taça da Liga Feminina, está na base desta convocatória de 12 jogadoras, com a chamada de metade das eleitas.

As guarda-redes Anna Salvat e Laura Vicente e as jogadoras de pista Aina Florenza, Berta Busquets, Laura Puigdueta e Mariona Colomer procurarão nova conquista, agora pela selecção, sendo que, destas, apenas Salvat e Colomer não estiveram no último título Mundial. Também novidades são Marta Borrás (Bigues i Riells), Ona Castellví (Manlleu), Sara Roces (Gijón) e a guarda-redes Anna Ferrer (Manlleu), juntando-se às já (multi) coroadas Anna Casarramona (Manlleu) e Marta Piquero (Gijón).

O Campeonato da Europa de Seniores Femininos deverá contar com quatro selecções - Espanha, França, Itália e Portugal - não tendo ainda sido anunciado o modelo competitivo. A confirmar-se a disputa a quatro, poderá seguir o modelo adoptado para os Sub-19, com uma primeira fase de três jornadas "todos-contra-todos" que servirá para definir os confrontos das meias-finais.

Espanha - Campeonato da Europa Feminino - 2021

Guarda-redes: Anna Ferrer (Manlleu), Anna Salvat e Laura Vicente (Palau)

Jogadoras de pista: Aina Florenza, Berta Busquets, Laura Puigdueta e Mariona Colomer (Palau), Anna Casarramona e Ona Castellví (Manlleu), Marta Borràs (Bigues i Riells), Marta Piquero e Sara Roces (Gijón)

Treinador: Ricard Muñoz

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade