Notícia

A paragem do campeonato

Nov 05, 2021

A I Divisão parou a 27 de Outubro e só volta a 27 de Novembro, apesar de oito das 14 equipas não terem jogadores (ou treinador) na prova. Mas seriam poucos os jogos possíveis... #PrimeiraDivisão #Euro

Este último fim-de-semana foi o primeiro sem jogos da I Divisão por força de uma paragem de um mês para a preparação e realização do Campeonato da Europa de Seniores Masculinos, que terá lugar de 15 a 20 de Novembro em Paredes. Mas, das 14 equipas do escalão maior do Hóquei em Patins português, há oito equipas (mais de metade) sem representantes em qualquer das selecções da prova continental. Uma paragem justificada?

Os "europeus"

O Porto será a equipa portuguesa mais representada no Europeu. Os dragões, líderes do campeonato, terão Gonçalo Alves, Rafa e Telmo Pinto chamados à selecção das quinas, Xavi Malián e Xavi Barroso à espanhola e Carlo Di Benedetto à gaulesa. A equipa azul-e-branca "alimenta" três selecções, tal como o Sporting, que coloca dois jogadores na selecção portuguesa (Ângelo Girão e Henrique Magalhães), dois na espanhola (Ferran Font e Toni Pérez) e um na italiana (Alessandro Verona). Já o Benfica terá também dois jogadores às ordens de Renato Garrido (Pedro Henriques e Diogo Rafael), mas apenas um às ordens de Cabestany (Sergi Aragonès).

A Oliveirense estará privada do português Jorge Silva e a Juventude de Viana do gaulês Remi Herman, sendo que o Valongo, sem qualquer jogador convocado - Miguel Vieira foi agora chamado aos trabalhos de Portugal para colmatar a recuperação de Hélder Nunes, mas não deverá integrar o lote final -, terá mesmo a baixa mais importante. O seu treinador, Edo Bosch, é o adjunto da selecção portuguesa.

Poucos jogos possíveis

Sem "baixas", Óquei de Barcelos, Tomar, Parede, Braga, Marinhense, Paço de Arcos, Turquel e Sanjoanense poderiam ir a jogo, evitando um terrível ciclo de 5 jogos entre 27 de Novembro e 15 de Dezembro. Mas nas próximas jornadas, sem se desvirtuar a ordem do calendário, apenas cinco partidas seriam possíveis.

No ritmo "normal" de uma ronda por semana, poderia ser considerada a realização de jornadas a 30 de Outubro e 6 e 12 de Novembro, "permitindo-se" uma paragem para a decisão no fim-de-semana de 19 e 20, da mesma forma que há interrupção - por exemplo - para a Final Four da Liga Europeia.

Mas da 9ª à 11ª jornada, dos 21 jogos destas três jornadas, só seriam possíveis os embates entre Marinhense e Parede e entre Tomar e Braga (9ª jornada), entre Parede e Paço de Arcos (10ª jornada) e entre Óquei de Barcelos e Braga e entre Sanjoanense e Tomar (11ª jornada).

Assim, as emoções do campeonato regressam apenas a 27 de Novembro.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade