Notícia

Lotações reduzidas e uma porta fechada

Dec 04, 2021

As exigências de controlo para assistências superiores ao milhar de pessoas levaram alguns clubes a anunciar um limite para a lotação. O Óquei de Barcelos recebe o Braga à porta fechada, mas por castigo. #PrimeiraDivisão

A obrigação de apresentação de um teste negativo para eventos em recintos fechados com mais de 1000 pessoas, mesmo que estas tivessem certificado (de vacinação ou recuperação), levou a que vários clubes anunciassem a redução de lotação para dispensarem os seus adeptos dessa despesa extra e não obrigarem a controlo adicional nas entradas.

Benfica, Sporting e Porto anunciaram a redução de lotação dos seus pavilhões para o milhar de pessoas e tal verificar-se-á também em Paço de Arcos este sábado, com a equipa da Linha a receber o Benfica. Também este fim-de-semana há um duelo entre Porto e Oliveirense com a liderança em jogo e no próximo dia 9 de Dezembro há dérbi capital na Luz entre águias e leões sujeito à mesma limitação.

Também limitadas a 1000 espectadores deverão ser as duas mãos da Taça Intercontinental, entre Porto e Sporting, no Dragão Arena e no João Rocha, em jogos a 17 e 19 de Dezembro que, noutras condições, certamente valeriam "casa cheia".

Recorde-se que, mesmo com a limitação de 1000 espectadores, será obrigatório apresentar certificado de vacinação ou de recuperação da CoViD-19. Ou, caso não possua certificado, será então necessário teste PCR ou de antigénio negativo. Na bancada, é obrigatório o uso de máscara.

Dérbi minhoto à porta fechada

Em Barcelos, o Óquei recebe o Braga para um sempre escaldante dérbi minhoto, inclusivamente classificado pelas autoridades de risco elevado. Mas a partida será à porta fechada. Por castigo.

Com uma denúncia das autoridades policiais de excesso de público num Clássico entre o Óquei de Barcelos e o Benfica a "marinar" há vários anos, a Autoridade para a Prevenção e o Combate à Violência no Desporto sancionou agora os barcelenses com um jogo à porta fechada que, mesmo sem público, manterá a catalogação de risco elevado e, como tal, obrigará à requisição de presença policial (e pagamento dos respectivos encargos).

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade