Notícia

Lanterna-vermelha, mas com atitude, trava Benfica

Jan 20, 2022

A Sanjoanense travou a série vitoriosa do Benfica com um empate a cinco. A equipa de Vítor Pereira e os seus incansáveis adeptos viram a sua atitude premiada a três segundos do fim com a igualdade selada pelo reforço Hugo Santos. #PrimeiraDivisão

O Benfica vinha de sete vitórias consecutivas para o campeonato, mas, tal como na pretérita temporada, não foi além de um empate no "caldeirão" de São João da Madeira.

Se em 2020/21, a Sanjoanense recuperara de um 0-4 para o 4-4 que ditou a divisão de pontos, desta vez a história - com o mesmo desfecho - teve contornos diferentes.

Pese só ter somado pontos numa das 14 partidas já disputadas, a Sanjoanense não entrou em pista para defender o nulo. À espreita de toda e qualquer oportunidade para sair para o ataque, Tiago Almeida inaugurou o marcador aos oito minutos, num remate de meia distância, obrigando o Benfica a ir atrás do resultado. Mas nem de grande penalidade - a cinco minutos do intervalo, de Diogo Rafael - Tiago Freitas cedeu, numa primeira parte perfeita do guardião alvinegro.

E, como cereja no topo do bolo, Pedro Cerqueira não desperdiçaria a grande penalidade de que dispôs, ampliando para 2-0 antes do descanso.

No regresso a São João da Madeira, de onde é natural, o treinador Nuno Resende lançou um Benfica mais pressionante para a segunda parte, e colheu frutos logo aos três minutos, com Lucas Ordoñez a reduzir e a quebrar a resistência de Freitas.

Tiago Almeida ainda repôs a vantagem caseira de dois golos, mas o Benfica estava em ascendente e, no seu tango argentino, reduzia por Carlos Nicolía, de grande penalidade, igualava com o segundo de Ordoñez e consumava a reviravolta com o segundo de Nicolía, na 10ª falta sanjoanense, a 10 minutos do final. Logo de seguida, Gonçalo Pinto fazia o 3-5 que devia acabar definitivamente com a resistência do último classificado do campeonato.

Mas não.

Com um grupo recheado de jovens talentos, internacionais jovens (e titulados) por Portugal, a equipa de Vítor Pereira não baixou os braços, sempre - ininterruptamente do primeiro ao último minuto (e mais além...) - empurrada pelo apoio dos seus indefectíveis adeptos.

O passar dos minutos mostrava um Benfica, de regresso aos calções brancos depois de vários jogos de calção preto, preocupado em segurar a vantagem amealhada. E, a quatro minutos do fim, Pedro Cerqueira, campeão do Mundo de Sub-20 em 2013, relançava o jogo num forte remate cruzado da esquerda.

O Benfica tinha nove faltas e refugiava-se na magra vantagem. E ainda mais depois de Tiago Almeida, campeão do Mundo de Sub-20 em 2017, desperdiçar o livre directo da 10ª falta das águias.

A Sanjoanense tentava tudo, arriscando com cinco jogadores de pista, e acabaria por ser feliz. No seu derradeiro ataque, Tiago Almeida rematou forte e Hugo Santos, outro campeão do Mundo de Sub-20 em 2017 (tal como João Lima) e recém-regressado ao seu primeiro clube neste mercado de Inverno, deu o rumo certo à bola, para lá da linha de golo da baliza à guarda de Pedro Henriques. O Pavilhão dos Desportos "rebentou" em celebração.

A divisão de pontos põe fim à série vitoriosa das águias (sete vitórias depois de 21 de Outubro). Para a Sanjoanense, o ponto amealhado não tira a equipa do último lugar, mas mostra que há talento para mais que os três pontos somados na primeira volta.

O campeonato continua já este sábado, com Valongo e Tomar a realizarem o jogo que está em falta da primeira volta. No dia seguinte, as duas equipas jogam para a Taça de Portugal.

Jogos em atraso

• Valongo vs. Tomar • 22.Jan • 18h30 • Pedro Figueiredo e Manuel Oliveira

• Paço de Arcos vs. Braga • 26.Jan • 21h • Miguel Guilherme e João Duarte

• Turquel vs. Tomar • 15.Mar • 21h

• Marinhense vs. Oliveirense • data a definir

Classificação

1º Porto (37 pontos), 2º Óquei de Barcelos (36), 3º Sporting (35), 4º Oliveirense* (32), 5º Benfica (31), 6º Tomar** (24), 7º Valongo* (21), 8º Braga* (19), 9º Paço de Arcos* (17), 10º Parede (13), 11º Marinhense* (11), 12º Juventude de Viana (10), 13º Turquel* (4), 14º Sanjoanense (4)

*menos um jogo, **menos dois jogos

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade