Notícia

Benfica 'sopra as velas' na festa do Liceo

Apr 18, 2022

O Benfica venceu a oficiosa Golden Cup ao bater o Óquei de Barcelos na final por 5-1. As águias congratulam-se com a conquista da 'taça mais importante do Mundo'. #GoldenCup

Chegou este domingo ao fim, a festa do 50º aniversário do Liceo, com a elitista presença de 11 das 12 equipas associadas da EHCA, Associação Europeia de Clubes. No final, o Benfica ergueu o troféu ao vencer o Óquei de Barcelos por claros 5-1, resultado de uma segunda parte demolidora.

Num jogo entre duas equipas que até entraram com o "patim esquerdo" na competição (o Benfica perdeu por 6-7 com o Porto e o Óquei de Barcelos foi derrotado pelo Liceo por 4-8), entraram melhor os barcelenses, com Miguel Rocha a dar o melhor seguimento a uma arrancada de Danilo Rampulla - numa combinação entre dois ex-jogadores das águias - para o tento inaugural com apenas minuto e meio jogados. Os encarnados foram em busca da igualdade, mas veriam um golo não validado e recolheram aos balneários do Riazor em desvantagem.

Na etapa complementar, a eficácia das águias foi totalmente distinta.

Carlos Nicolia anulou a vantagem barcelense aos oito minutos, de livre directo, batendo o compatriota Conti na recarga. Três minutos depois, Lucas Ordoñez também surpreendia o seu colega de selecção, concretizando a reviravolta.

Os agora encarnados Edu Lamas, Lucas Ordoñez e Pablo Alvárez fazem parte da história dos 50 anos de "los verdes", o clube mais laureado da Corunha.

Depois o triunfo foi solidificado a partir da baliza. Um minuto volvido sobre o 2-1, Pedro Henriques não se deixou bater por Luís Querido de livre directo e, no contra-golpe, Gonçalo Pinto foi mais lesto a chegar à segunda bola depois de um remate de meia distância de Nicolia, e fez o 3-1. A oito minutos do fim, repetiu-se a receita. Pedro Henriques voltou a ser soberano no livre directo (desta feita perante Dario Giménez) e, na saída das águias para o ataque, Diogo Rafael conduziu e serviu Pol Manrubia a preceito para o 4-1 que colocava a equipa de Nuno Resende muito perto da vitória no torneio.

Sem argumentos para reagir, o Óquei de Barcelos veria Pablo Alvárez selar o triunfo ainda com mais de cinco minutos para jogar, naquele que foi o terceiro embate entre águias e galos esta época, depois de dois jogos para o campeonato. O Benfica vencera, na Luz, por 6-4 num momento fulcral da temporada, antes da pausa para o Europeu e depois lograra um empate, 2-2 em Barcelos, quando a equipa de Rui Neto estava 100% vitoriosa nos 10 jogos anteriores que tinha tido em casa.

Barcelona, Caldes, Liceo, Noia e Reus deram os parabéns ao Benfica pela conquista, num acto de cordialidade comum em Espanha, mas a que os portugueses não estão habituados.

No momento de vitória, os encarnados fizeram eco com a conquista de uma prova oficiosa como se da mais importante competição se tratasse. No entanto, importando relevar o momento pelos adversários que estavam na disputa, falta efectivamente o carimbo "oficial", como no passado faltava, por exemplo, à Elite Cup entre 2016 e 2019.

Ainda que um dos "convidados" tivesse abdicado para a presença noutra prova que considerou ainda mais importante [o Forte foi jogar a oficial Coppa Italia], até foram principalmente os órgãos de comunicação social galegos e catalães que falaram desta Golden Cup (distinta daquela que se realiza há alguns anos na Parede) como se fosse a Liga Europeia. Mas o campeão da Europa, epíteto dado ao vencedor da Liga Europeia, será apenas conhecido a 14 e 15 de Maio entre Sarzana, Tomar, Trissino e Valongo.

A fase final

Na fase a eliminar, caíram todos os cabeças-de-série, menos o anfitrião Liceo. Depois de terem garantido o primeiro lugar nos respectivos grupos, Porto, Barcelona e Oliveirense caíram logo no primeiro jogo a eliminar, merecendo sublinhado particular a vitória do Sporting sobre os dragões, conseguida no prolongamento, por 2-3.

os barcelenses tinham eliminado o Sporting nas "meias", num jogo marcado pelo "knock out" de Gonzalo Romero depois de ter sido atingido por uma bola na face. O argentino do Sporting foi ao hospital, mas encontrar-se-á bem. Antes, a equipa de Rui Neto vencera a Oliveirense por 2-4.

Para além de Romero, o torneio particular "custou" as lesões dos portistas Reinaldo Garcia e Telmo Pinto, logo no primeiro jogo dos dragões.

Já o Benfica, afastou os dois maiores colossos do país vizinho, um pouco à imagem do que acontecera em 2021, na primeira fase, de grupos, de uma improvisada Liga Europeia. Desta feita, as águias venceram o Barcelona nas grandes penalidades de uma partida em que até deixaram fugir duas vantagens de três golos (0-3 e 1-4) e depois fizeram a desfeita ao organizador do torneio.

Pablo Alvarez, que até despontou na Europa ao serviço de "los verdes" (que representou entre 2005 e 2011), assinou os quatro golos da vitória por 3-4 da equipa de Nuno Resende. O jogo ficaria "manchado" pelas críticas liceistas à actuação do árbitro português Pedro Silva. Como reza a música de Lesley Gore, "it's my party, and I'll cry if I want to / you would cry too, if it happened to you" ("é a minha festa, e eu choro se quiser / também chorarias se te acontecesse").

Fase de Grupos

Segunda-feira, 11 de Abril

• Gr. A • Porto 8-7 Caldes

• Gr. D • Oliveirense 5-5 Noia

• Gr. C • Liceo 5-3 Braga

• Gr. B • Sporting 1-4 Barcelona

Terça-feira, 12 de Abril

• Gr. C • Braga 1-7 Óquei de Barcelos

• Gr. D • Reus 3-4 Oliveirense

• Gr. A • Benfica 6-7 Porto

• Gr. B • Barcelona 4-2 Saint-Omer

Quarta-feira, 13 de Abril

• Gr. B • Saint-Omer 0-3 Sporting

• Gr. A • Caldes 2-5 Benfica

• Gr. C • Óquei de Barcelos 4-8 Liceo

• Gr. D • Noia 4-4 Reus

Classificações

Grupo A: 1º Porto (6 pontos), 2º Benfica (3), 3º Caldes (0)

Grupo B: 1º Barcelona (6 pontos), 2º Sporting (3), 3º Saint-Omer (0)

Grupo C: 1º Liceo (6 pontos), 2º Óquei de Barcelos (3), 3º Braga (0)

Grupo D: 1º Oliveirense (4 pontos), 2º Noia (2), 3º Reus (1)

Fase Final

Quartos-de-final

• QF1 • Liceo 6-0 Noia • 14.Abr

• QF2 • Barcelona 6-7 Benfica • 14.Abr (4-4, 2-3 pen.)

• QF3 • Oliveirense 2-4 Óquei de Barcelos • 15.Abr

• QF4 • Porto 2-3 Sporting • 15.Abr (2-2, 0-1 prol.)

Meias-finais

• MF1 • Liceo 3-4 Benfica • 16.Abr

• MF2 • Óquei de Barcelos 2-1 Sporting • 16.Abr

Final, 17 de Abril

Benfica 5-1 Óquei de Barcelos • 17.Abr

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade