Opinião

La Madre Que Los Parió

Jun 28, 2015
Humberto Ferreira

Humberto Ferreira é jornalista do Porto Canal e colaborador do diário desportivo Record. Acompanha todos os jogos do FC Porto no Dragão Caixa pela ligação profissional à televisão mas também pela paixão que tem pelo hóquei em patins, tendo mesmo praticado a modalidade.

A Argentina é Campeã do Mundo. A Argentina é uma justa Campeã do Mundo. Já não vencia um Mundial desde 1999. Tal como em Reus os Celestes precisaram da Europa para festejar aquilo que só conseguiram uma vez em casa, precisamente na primeira vez em que foram Campeões do Mundo em 1978, em San Juan. Nessa altura a outra Argentina, a do futebol, também festeja o título Mundial.

Quem nasce na Argentina tem uma forte probabilidade de ser futebolista. Quem nasce em San Juan e for rapaz só pode ser hoquista... Qual Catalunha, qual quê. A capital mundial do hóquei em patins há-de sempre ser San Juan por isso se há país que merece a medalha de ouro olímpica de 92 é a Argentina.

Neste Mundial a Argentina foi aquela província de San Juan transformada em país. Jogaram de uma forma avassaladora. Jogaram com todo o sangue argentino e toda a calma europeia. À Argentina faltava há 16 anos a serenidade que houve neste mundial. Jogadores de classe mundial sempre tiveram, mas em 2015 houve equilíbrio, houve genialidade... Curiosamente o jogo mais equilibrado que a Argentina teve foi contra Moçambique, uma equipa treinada por Pedro Nunes que sabia bem a importância e preponderância que têm na Argentina jogadores como Carlos Nicolia e Carlos Lopez, mas a Argentina mostrou ser TODA! Ordoñez mostrou o porquê do Barcelona o ter resgatado, Reinaldo Garcia mostrou o quão catalão está como jogador e David Paez fez ver que velhos são os trapos. O terceiro golo da final deve ser visto por todos aqueles que um dia ambicionam ser grandes... Aquela 'paradinha' em movimento desmontou um dos maiores de sempre, Egurrola.

A emoção de David Paez

A Argentina foi, por ventura, a selecção candidata a vencer o Mundial que menos trabalhou junta. Enquanto Portugal e Espanha tiveram um ciclo de quase seis semanas [nde: Portugal teve um ciclo de 16 dias em quatro semanas] a Argentina teve três e todas na França... Correcto ou incorrecto pouco importa. Mas deu resultado e antes da selecção e depois de uma época desgastante e tantas vezes distante da família aquele 'treino' é meio caminho para o sucesso quando o hóquei em patins vem do berço.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade