Notícia

Benfica apura quatro a sul

May 17, 2014

Iniciada a segunda fase dos nacionais dos diferentes escalões jovens, o Benfica é a única equipa a sul a manter as suas quatro equipas em prova.

Contactado pelo HóqueiPT, José Trindade, presidente da secção de hóquei em patins, assume uma natural alegria. “Numa época de grande responsabilidade para a formação, pois na época anterior os juniores sagraram-se bicampeões e os juvenis campeões, é com muita satisfação que o Benfica vê pela primeira vez a colocação das quatro equipas na segunda fase do nacional”, regozija-se, sublinhando um feito histórico na secção encarnada.

Para José Trindade, não há segredos. “Este é o resultado da dedicação, da motivação, da qualidade do ‘scouting’ e da competência das equipas técnicas que nas últimas épocas têm vindo a realizar um trabalho de melhoria contínua e que permitiram atingir este patamar de qualidade e competitividade”, destaca.

A revalidação do título de juniores conquistado em Loures em 2013 (e em Turquel em 2012) é um dos ojectivos

Da equipa principal fazem parte Diogo Rafael, Pedro Henriques, Miguel Rocha e João Rodrigues, todos com passagens pelos escalões jovens dos encarnados, para além de uma vaga que tem sido ocupada por um jogador dos juniores. “A formação é uma aposta ganha do clube e do presidente bem como a integração dos jovens progressivamente na equipa sénior. Fazem parte do lema ‘formar a ganhar’”, refere.

A equipa B – já com a subida à II Divisão garantida – é uma bandeira. “Este projecto consolidou-se na criação de uma equipa B que, passo após passo, tem vindo a dar mostras da qualidade do trabalho desenvolvido”, frisa.

No que falta jogar, José Trindade e a secção têm os objectivos definidos. “Temos perspectivas simples e humildes de chegar o mais longe possível, defendendo os títulos da época passada e dignificando bem alto o nome do Benfica”, afirma. “O clube está acima de todos os interesses e as equipas, no seu colectivo, acima dos seus elementos. Mas unidos lutaremos pela vitória até à exaustão”, promete. “Aguardemos e façamos as contas no fim”, conclui.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade