A vitória de Portugal na estreia

A vitória de Portugal na estreia
Recorte: O Jogo

A vitória de Portugal na estreia na Taça Latina é o destaque e tema comum entre as edições dos jornais diários desportivos desta sexta-feira, 25 de Março.

“Portugal resiste na Taça Latina” (A Bola), “Portugal vence na Taça Latina” (Record) e “Estreia perfeita antes do Clássico” (O Jogo) fazem eco da vitória portuguesa sobre a anfitriã Itália por 3-4, com Hélder Nunes a apontar um hat-trick e Álvaro Morais a apontar o outro golo.

Os portugueses chegaram ao intervalo a vencer por 0-2 mas, no inicio da segunda parte, a Itália chegou ao empate. Portugal ganhou nova vantagem de dois golos, tornando o golo de Francesco Compagno, a seis minutos do fim, insuficiente para evitar a vitória final para as cores lusas.

A Bola e O Jogo – este com peça secundária intitulada “Vencemos Itália com mérito” - destacam as palavras de Luís Sénica e Hélder Nunes após o jogo. O treinador vinca o mérito português, ao passo que o capitão aponta o momento do 2-2, em que os portugueses não “perderam a cabeça”, como determinante.

Esta sexta-feira, Portugal defronta a Espanha a partir das 17h30 de Portugal continental.

Carlos Silva no Benfica?

Não é dado como um facto consumado, é dado como possibilidade. “Carlos Silva de volta ao Benfica” n’A Bola dá como hipótese o regresso do guarda-redes internacional português Carlos Silva ao Benfica para o lugar deixado vago por Pedro Henriques, que ruma ao Reus. O guardião já trabalhou com Pedro Nunes no Paço de Arcos e na selecção moçambicana e, depois de dois anos na Suíça, estará “receptivo” a um regresso ao Benfica, clube que representou entre 2004 e 2010.

O rumor já circula há alguns dias e, contactado pelo HóqueiPT no sentido de confirmar esta possibilidade, Carlos Silva negou.

AMGRoller Compozito

Partilhe

Facebook Twitter AddToAny
Outros artigos do dia
Portugal autoritário goleia Espanha
Dia do Maior

Dia do Maior

Pedro Alves dos Santos

Espanha vence pela margem mínima

Espanha vence pela margem mínima

Pedro Alves dos Santos