Arranca a europeia Taça da Liga Feminina

Arranca este sábado mais uma edição da europeia Taça da Liga Feminina. Na disputa do troféu estarão cinco equipas espanholas, duas francesas, uma italiana e ainda Benfica e Sanjoanense.

Arranca a europeia Taça da Liga Feminina

Dez equipas disputam este ano a Taça da Liga Feminina, num modelo que foi revisto para compreender uma primeira fase com dois grupos de cinco equipas disputado a uma só volta e apurando-se os dois mais bem classificados para a Final Four.

Desde logo caberá destacar as ausências de um Vila-Sana que não garantiu o apuramento desportivo, mas que se reforçou para ombrear com qualquer equipa, e um Sporting que teima em não participar nas competições além-fronteiras. A presença dos dois conjuntos abrilhantaria certamente uma prova que contará com quatro dos cinco vencedores (e de 13 das 14 edições finalizadas), faltando apenas o Alcorcón, campeão em 2014.

Benfica no grupo A

No grupo A estão três das equipas que já ergueram o troféu. E, entre Voltregà e Gijón, ergueram-no 11 vezes em 14 edições...

O Benfica, o outro campeão do grupo - na excepção de 2015 aos títulos espanhóis -, estreia-se nas Astúrias, na pista do Telecable Gijón, na reedição da final de Lisboa de 2018, o último título dos cinco das asturianas.

As encarnadas reencontram Marta Piquero, sua jogadora na cancelada temporada de 2019/20, figura de uma equipa em que merece também destaque Sara Roces, melhor marcadora da equipa na OK Liga e goleadora e MVP do Campeonato da Europa realizado em Outubro último.

Para além do título conquistado em 2015, as águias lograram chegar a essa final agora reeditada de 2018. E também finalistas já foram as duas equipas francesas do grupo. O Coutras - que folga nesta 1ª jornada - foi o adversário no título do Benfica, ao passo que, um ano antes, o Noisy tentara, sem sucesso, bater o pé ao Alcorcón.

Igualmente ingrata será a missão do Noisy este sábado, na pista de um Voltregà com seis títulos e finalista na última edição, mas as pupilas de Oriol Perarnau estão "apenas" no 7º lugar na OK Liga. Pese o Voltregà ter afastado o Benfica na Final Eight na pretérita temporada, serão as águias (que receberão o Voltregà na Luz na 2ª jornada) a dividir com o Gijón o favoritismo aos dois lugares de apuramento para a Final Four.

1ª jornada

• Gijón vs. Benfica • 5.Fev • 19h

• Voltregà vs. Noisy • 5.Fev • 17h30

Folga: Coutras

Sanjoanense no grupo B

No grupo B, a Sanjoanense estreia-se na pista do Cerdanyola, num sábado de duplo compromisso do clube na Catalunha, dado que a equipa principal masculina joga em Calafell.

A missão das alvinegras será hercúlea, num grupo que conta com as actuais duas equipas mais bem classificadas da OK Liga, Palau e Manlleu. O Palau é líder com 31 pontos em 12 jogos. Com apenas 11 jogos, Manlleu tem 30 pontos (tal como o Vila-Sana) e Gijón 28. O Cerdanyola, primeiro adversário da Sanjoanense, é "apenas" 5º com 25 pontos em 11 jogos, mas a diferença competitiva entre as ligas portuguesa e espanhola dá favoritismo às catalãs.

O Palau, campeão em 2021, inicia a defesa do título com a recepção à representante italiana na prova, o Roller Matera. A ex-equipa de Ivan Jaquierz, agora adjunto no Porto, manteve o grupo campeão nacional e europeu na pretérita temporada e continua a contar com uma dominadora Aina Florenza, que já soma 21 golos em 12 jogos na OK Liga.

O Manlleu folga nesta primeira ronda. A equipa catalão continua em busca do seu primeiro título europeu, ainda que não tenha faltado qualidade nas suas equipas. Ou investimento. O clube organizou a Final Four três vezes nas últimas seis edições concluídas da prova, mas só em 2016 logrou estar na partida decisiva. Perdeu para o recordista Voltregà...

1ª jornada

• Cerdanyola vs. Sanjoanense • 5.Fev • 20h

• Palau vs. Roller Matera • 5.Fev • 20h

Folga: Manlleu

Depois da ronda inaugural este sábado, a Taça da Liga Feminina terá jornadas a 19 de Fevereiro, 5 e 19 de Março e 9 de Abril, disputando-se a Final Four a 30 de Abril e 1 de Maio.

Partilhe

Facebook Twitter AddToAny