Figura maior da final de Sub-19 reforça Paço de Arcos

Bernardo Ramalho, autor dos três golos da vitória do Benfica na final do Nacional de Sub-19, vai representar o Paço de Arcos na próxima temporada. Regressa à Linha como campeão nacional em todos os escalões de formação.

Figura maior da final de Sub-19 reforça Paço de Arcos

Bernardo Ramalho é reforço do Paço de Arcos para 2022/23. O jovem atacante do Benfica completa 19 anos a 23 de Julho e tinha várias ofertas, mas decidiu-se pelo histórico emblema da Linha.

Para Bernardo, será um regresso, depois de se ter sagrado campeão nacional de Sub-13 pelo Paço de Arcos antes de rumar à Luz em 2016. De águia ao peito, conquistaria os campeonatos nacionais de Sub-15 (2017), Sub-17 (2019) e, agora, Sub-19, a que juntou as conquistas na relevante Eurockey Cup de Sub-15 (2016) e de Sub-17 (2018 e 2019).

O "até já" às águias foi assinalado, este domingo, da melhor maneira possível, com uma conquista do Nacional de Sub-19 em que Bernardo esteve em particular destaque, ao assinar os três golos das águias.

Atacante possante, vertical no ataque à baliza adversária e com um toque curto desconcertante, Bernardo Ramalho seguirá, de certa forma, as pisadas do pai. António Ramalho também terminou a sua formação no Benfica, representando mais tarde o Paço de Arcos. No entanto, António - num tempo de outro paradigma - foi cedo integrado na equipa principal das águias e foi, durante alguns anos, o "sexto homem" de Carlos Dantas, num histórico Benfica da década de 90.

Em 1999, Ramalho saiu para o Óquei de Barcelos, regressando a Sul para representar, ainda antes de Bernardo nascer, o Paço de Arcos. Vestiria ainda as camisolas de Sporting, Oeiras e Cascais num percurso hoquístico em que, sempre compaginando com os estudos e a actividade profissional, se sagrou campeão da Europa em Juvenis (1989), Juniores (1992) e Seniores (1996), vencedor de quatro títulos de campeão nacional e três Taças de Portugal pelo Benfica e duas Supertaças, uma pelas águias e outra pelo Óquei de Barcelos.

O "novo" Paço de Arcos

Com a chegada de Bernardo Ramalho, André Luís fica já com 10 atletas para atacar a próxima temporada.

Depois de um 10º lugar que valeu a manutenção no escalão maior, continuam Diogo Rodrigues, André Ferreira, Bruno Frade, João Sardo, Pedro Vaz, Ricardo Barreiros e Tiago Gouveia. Continua também Gonçalo Nunes, que chegara em Janeiro por empréstimo do Sporting e que, terminando contrato com os leões, optou - apesar de muito assédio - continuar na casa que o viu nascer para a modalidade.

Filipe Fernandes ruma a Itália, ao Lodi, e Diogo Alves pendura os patins, ao passo que a saída do guarda-redes José Silva é colmatada com a chegada do Murches de Alexandre Ferreira, gémeo de André.

Acompanhe esta e outras transferências deste defeso nos principais campeonatos aqui.

Partilhe

Facebook Twitter AddToAny
Outros artigos do dia
Geração campeã triunfa (também) em Sub-19

Geração campeã triunfa (também) em Sub-19

Um Valongo estóico, mas desgastado, não conseguiu contrariar um Benfica que é a base da Selecção Nacional e cuja geração já triunfara em Sub-15 e Sub-17. Bernardo Ramalho foi a figura da final, ao apontar os três golos das águias.

Sporting 'vinga-se' do rival e é campeão em Sub-15

Sporting 'vinga-se' do rival e é campeão em Sub-15

O Sporting é o novo campeão nacional de Sub-15, ao vencer na final o Benfica por 5-7, após prolongamento. É um prémio maior, numa espécie de 'vingança' da final da Eurockey Cup, ganha pelas águias nas grandes penalidades.

Oitava Taça, oitava dobradinha

Oitava Taça, oitava dobradinha

Num inédito dérbi na final, o Benfica venceu o Sporting por 1-3 e conquistou a Taça de Portugal pela oitava vez consecutiva. Na hegemonia encarnada na última década, é também a oitava 'dobradinha' consecutiva.