Marinhense fecha plantel e tenta (outra) subida

Com a chegada de Francisco Beirante, o Marinhense dá o plantel como fechado no ataque a nova subida. Num sobe-e-desce desde 2018, a equipa da 'cidade vidreira' procurará a terceira promoção em seis anos.

Marinhense fecha plantel e tenta (outra) subida

O Marinhense tem, desde a primeira vez que subiu à I Divisão, uma espécie de maldição, nunca tendo logrado a manutenção. E não foi na temporada finda que a "maldição" foi quebrada.

Em 2018, às ordens de Tiago Sousa, o Marinhense regressava à I Divisão 21 anos depois. A meio da temporada, Nuno Domingues rendeu o treinador da promoção, mas não evitou o regresso à II Divisão. "Manel" entrava num autentico carrossel.

Em 2019/20, o Marinhense liderava a Zona Norte da II Divisão quando as competições foram canceladas. Não conseguiu a subida na Liguilha no arranque de 2020/21, mas, sem baixar os braços, subiria em 2021. A equipa da Marinha Grande teve hipóteses de continuar entre os maiores do Hóquei em Patins nacional até à última jornada, mas acabaria por, no "maldito" sobe-e-desce, regressar à II Divisão.

Para Nuno Domingues, o carrossel não tem sido só entre divisões, mas também com sucessivas revoluções no plantel. E este defeso não escapa à regra.

Da equipa que disputou a I Divisão esta época, apenas Gonçalo Domingues, Hernâni Diniz, o chileno Nico Carmona e os guarda-redes Rodrigo Santos e Rafael Santos se mantêm.

Chegam três jogadores internacionais. O guarda-redes da selecção andorrana Carlos de Sousa (ex-Sant Just) e o francês, vice-campeão da europa, Antoine Le Berre (ex-Espanyol), ambos da OK Liga Plata, a segunda divisão do Hóquei em Patins espanhol. Da América do Sul chega o jovem Christian Zelaya (ex-Sagu), capitão da selecção de Sub-19.

Anderson Luís chega do Candelária e João Lomba está de volta três anos depois, tendo entretanto representado Tomar e Turquel na I Divisão e, na esta temporada, o Marrazes na III Divisão, sendo preponderante na subida da equipa leiriense à II Divisão. Fechará o plantel, Francisco Beirante.

Beirante disputou no passado fim-de-semana o apuramento de campeão nacional de Sub-19, capitaneando o Tomar a um honroso 3º lugar. Aos 19 anos, procurará na Marinha Grande os minutos que não conseguiria no plantel principal do Tomar, que integrou, por regra como 11º jogador, na temporada que agora termina.

Acompanhe esta e outras transferências deste defeso nos principais campeonatos aqui.

Partilhe

Facebook Twitter AddToAny
Outros artigos do dia
Taça Ibérica arranca em 2023

Taça Ibérica arranca em 2023

A Taça Ibérica, que colocará frente-a-frente os campeões de Portugal e de Espanha, arrancará apenas em 2023. O país anfitrião da primeira edição será definido por sorteio.