Para decidir entre Espanha e Portugal

Há duelo ibérico na final do Europeu de Sub-17. Portugal e Espanha venceram França e Itália e terminarão, pela 27ª vez em 41 edições, com ouro e prata. O campeão decide-se numa final, como em 2017.

Para decidir entre Espanha e Portugal

Espanha e Portugal têm encontro marcado em Sant Sadurní d'Anoia, num palco que já foi olímpico, para as 21h catalãs (20h de Portugal continental) deste sábado. Em disputa estará o 41º Campeonato da Europa de Sub-17.

Nas meias-finais, Portugal não teve um jogo fácil, com a França a defender bem. O nulo ao intervalo reflectia isso mesmo, valendo Viti a desequilibrar na etapa complementar.

O melhor marcador deste campeonato - com 11 golos à entrada para as "meias" - adiantou a equipa orientada por Nuno Ferrão aos sete minutos, numa jogada individual, e confirmou o triunfo, ao "roubar" a bola e isolar-se a três minutos do fim, com o 2-0.

A França, remetida a uma defensiva focada, teve pouca dimensão ofensiva, mas o resultado "curto" é prova do valor da selecção orientada por Fabien Savreux.

Este sábado, a Espanha procura o seu 21º triunfo. Portugal tentará erguer o troféu pela 15ª vez.

Já a Espanha teve tarefa bem mais simples frente a Itália, resolvendo a contenda ainda na primeira metade de jogo.

Miquel Escala inaugurou o marcador aos dois minutos e Pau Andreu ampliou aos sete, para Biel Nadal fazer o 3-0 aos 11 minutos. O 4-0, por Carles Casas, a minuto e meio do intervalo, sentenciava a partida.

Na segunda parte, Jacobo Copa e Xavier Armengol, respectivamente filhos de Juan Copa (treinador do Liceo) e "Petxi" Armengol ("lenda" do Voltregà), dilataram, para Biel Nadal fechar as contas num contundente 7-0.

Espanha e Portugal chegam à final com os mesmos 46 golos marcados, mas "la roja" tem dois golos sofridos e os portugueses têm um imaculado registo defensivo, sem qualquer golo consentido.

Será a 27ª vez que Espanha e Portugal terminam nos dois primeiros lugares da prova, sendo que Portugal, nestas, terminou "apenas" oito vezes com o ouro.

Nas últimas três edições, Espanha e Portugal defrontaram-se - sempre com sorrisos espanhóis na entrega das medalhas - nas derradeiras partidas.

No entanto, o campeão não era decidido numa verdadeira final, mas antes num mini-campeonato, sendo que, por exemplo, em 2019, a Espanha recebeu o ouro depois de um empate frente à selecção das quinas, vencendo em virtude da diferença entre golos marcados e sofridos.

A última vez que houve uma final, foi em 2017. E Portugal venceu.

Quartos-de-final

• QF1 • Itália 11-0 Inglaterra • 22.Set

• QF2 • França 5-1 Alemanha • 22.Set

• QF3 • Portugal 14-0 Suíça • 22.Set

• QF4 • Espanha 11-0 Andorra • 22.Set

5º ao 8º lugares

• LQ1 • Suíça 2-4 Alemanha • 23.Set

• LQ2 • Andorra 1-2 Inglaterra (1-1, 0-1 prol.) • 23.Set

Meias-finais

• WQ1 • Portugal 2-0 França • 23.Set

• WQ2 • Espanha 7-0 Itália • 23.Set

7º e 8º lugares

• Andorra vs. Suíça • 24.Set • 15h

5º e 6º lugares

• Inglaterra vs. Alemanha • 24.Set • 17h

3º e 4º lugares

• Itália vs. França • 24.Set • 19h

Final

• Espanha vs. Portugal • 24.Set • 21h

Partilhe

Facebook Twitter AddToAny
Outros artigos do dia
Murches, o 13º 'caloiro' do milénio

Murches, o 13º 'caloiro' do milénio

Neste milénio, já houve 41 equipas a disputar a categoria máxima e o Murches é o 13º estreante na principal prova nacional depois de 2000. Procura ser o 8º a manter-se no ano de estreia, numa caminhada que começou em Valongo.

Calafell será sede da Copa

Calafell será sede da Copa

Calafell vai receber a próxima edição da Taça do Rei, anunciou a federação espanhola esta sexta-feira, a mais de cinco meses do evento. A prova que reúne os oito mais bem classificados da primeira volta da OK Liga vai para a 79ª edição.

Braga complica, mas Porto vence

Braga complica, mas Porto vence

O Porto venceu o Braga por 3-1 no arranque da 2ª jornada. Com a iniciativa do jogo, os dragões só desbloquearam o marcador a 12 minutos do fim (de grande penalidade) e só confirmaram os três pontos nos últimos dois minutos.