Embates com História nas meias-finais

Um Clássico do Hóquei em Patins mundial entre Barcelona e Porto e um Clássico de outros tempos entre Oeiras e Benfica fazem o cartaz das meias-finais da edição deste ano da Eurockey Cup de Sub-15.

Embates com História nas meias-finais

Barcelona, Porto, Oeiras e Benfica estão nas meias-finais da Eurockey Cup de Sub-15, depois de triunfos nos quartos-de-final na manhã deste sábado. Serão Clássicos com muita História, para serem protagonizados por jovens atletas que começam a escrever a sua própria História.

A primeira final da prova mista colocará frente-a-frente Barcelona e Porto, num grande clássico do Hóquei em Patins internacional. Blaugranas e azuis-e-brancos eram favoritos, mas o apuramento foi dificultado pelos adversários transalpinos.

O Barcelona construiu cedo uma vantagem de dois golos, mas o Roller Bassano não se deu por vencido. Nem quando, ainda não estavam cumpridos quatro minutos na etapa complementar, a equipa dirigida por David Cáceres chegou ao 4-1. Os italianos reduziram a meio da segunda parte e, à entrada do derradeiro minuto, a vantagem do gigante da cidade condal era tangencial... mas o 4-3 seria suficiente para o apuramento.

O duelo do Porto com o Valdagno já se antevia mais equilibrado. Os dragões tiveram mais posse de bola, mas o nulo ao intervalo assentava bem a uma formação italiana bem organizada. No regresso dos balneários, João Sousa adiantou a equipa de Diogo Rufino, perdendo pouco depois a oportunidade de ampliar de grande penalidade.

Sem conseguir encontrar conforto numa vantagem mais larga, o Porto via o Valdagno tentar o golo em alguns ataques que colocavam à prova a atenção do seu guarda-redes. Duarte Cunha passaria todos os testes com distinção e, já no minuto final, o capitão Gonçalo Ramos fazia - enfim - o golo que carimbava o apuramento.

Duelo português

Entre portugueses, no terceiro jogo dos quartos-de-final, o Oeiras levou a melhor sobre o Sporting.

Vice-campeões na última edição, os leões apresentaram-se com uma equipa renovada e não tiveram argumentos para uma equipa mais consolidada do Oeiras. Tomás Gama adiantou cedo a equipa da Linha, tendo resposta de Francisco Fontoura. Com o domínio do jogo, faltava à equipa dirigida por José Carlos Califórnia engenho para voltar a bater André Fonseca, apanhando um susto cada vez que Diogo Figueira, virtuoso com o stick, saía em contra-ataque.

A três minutos do intervalo, Santiago Pereira faria o 2-1 que desequilibraria o jogo nos primeiros 15 minutos. Era um desequilíbrio tangencial que alimentava a esperança leonina, mas Rodrigo Potier seria tremendamente eficaz no sexto minuto da etapa complementar, "matando" o encontro com três golos de rajada.

Com uma vantagem de quatro golos, o Oeiras foi controlando a partida até um assomo final dos leões. Entre várias oportunidades, Fontoura até chegou a fazer a bola beijar os dois postes, mas o melhor que a equipa de Rafael Rafael conseguiria seria reduzir para 2-5 num tento merecido de Diogo Figueira.

Nas meias-finais, o Oeiras defrontará, num Clássico que foi gigante noutros tempos, o Benfica. A equipa de Ricardo Leão deu mais um passo na defesa do título ao vencer os italianos do Forte.

A vitória das águias começou a ser construída cedo, com Tomás Neves a transformar com frieza um livre directo logo no primeiro minuto, depois de azul a Francesco Bertonelli. Em nova bola parada, agora de grande penalidade, Duarte Alves não conseguiu transformar, mas, num forte remate cruzado, João Maria Gatinho faria o 2-0 com que os encarnados recolheriam ao intervalo.

O Forte procurava responder, mas apenas timidamente ameaçava a baliza à guarda de "Kiko" Henriques, e teve um arranque de segunda parte comprometedor. Em dois minutos, Martim Nunes bisou e selava desde logo o apuramento das águias, que ainda conseguiriam mais três golos.

Os jogos das meias-finais podem ser acompanhados no site de resultados da competição.

Quartos-de-final

• QF1 • Barcelona 4-3 Roller Bassano • 15.Out

• QF2 • Porto 2-0 Valdagno • 15.Out

• QF3 • Sporting 2-5 Oeiras • 15.Out

• QF4 • Benfica 7-0 Forte • 15.Out

Meias-finais

• Sant Cugat vs. Académica • 15.Out • 16h

• Barcelona vs. Porto • 15.Out • 17h10

• Manlleu vs. Bigues i Riells • 15.Out • 18h20

• Oeiras vs. Benfica • 15.Out • 19h30

Finais

Final Feminina • 16.Out • 10h30

Final Mista • 16.Out • 12h

AMGRoller

Partilhe

Facebook Twitter AddToAny
Outros artigos do dia
O habitual pleno e uma Briosa com muito brilho

O habitual pleno e uma Briosa com muito brilho

A Académica venceu o Alcobendas e garantiu uma histórica presença na meia-final feminina. Na prova mista, as quatro equipas portuguesas estão nos 'quartos', havendo duelo luso entre Sporting e Oeiras.