Gonçalo Alves garantido no futuro azul-e-branco

O Porto anunciou a renovação de Gonçalo Alves até 2028, depois de acertado o acordo com Ricardo Ares até 2027 e, há meses, com Rafa até 2026. Assegura-se o futuro no Dragão, mas há vários jogadores com vínculo a terminar esta época.

Gonçalo Alves garantido no futuro azul-e-branco

Ainda cedo na temporada, o Porto trabalha para assegurar massa crítica para a próxima época. E as seguintes.

Pese terem já garantido Rafa até 2026, os dragões entraram em 2022/23 com um plantel de "curto prazo".

Ricardo Ares, treinador de uma dobradinha que - com uma "mãozinha" da pandemia - não acontecia desde 2017, entrava no seu segundo ano de contrato. E em 2023 estariam também livres para sair Reinaldo Garcia, Xavi Barroso, Telmo Pinto, Gonçalo Alves, Carlo Di Benedetto e os guarda-redes Xavi Malián e Tiago Rodrigues.

De facto, apenas o já referido Rafa, até 2026, Ezequiel Mena, até 2024, e os jovens recém-chegados Roc Pujadas e Diogo Barata tinham (e têm) vínculo para 2023/24.

O Porto entrou na nova temporada com nada menos que sete jogadores a terminarem contrato em 2023.

A meio de Novembro, foi dado um passo firme para a nova temporada. E mais além. O Porto anunciou a renovação com Ricardo Ares até 2027, para um contrato que, a ser cumprido, igualaria os seis anos de permanência de Guillem Cabestany, que anteceu o basco, de 2015 a 2021.

Agora, é anunciada a renovação com Gonçalo Alves.

O atacante internacional português de 29 anos é, muito provavelmente, o mais decisivo jogador português (quiçá mundial) da actualidade, com uma ímpar capacidade goleadora - para a qual contribui uma tremenda eficácia nas cada vez mais determinantes bolas paradas - que vem desde tenra idade, e a que vem somando trabalho defensivo e arrancadas a partir da sua meia pista que são difíceis de travar.

Gonçalo Alves está na oitava temporada consecutiva nos dragões. Com o vínculo agora firmado, pode chegar à 13ª.

Gonçalo começou no Porto, mas as vicissitudes da vida levaram-no ao Famalicense e a um Sporting onde ganhou fama nos escalões de formação. Ainda júnior, depois de ajudar o Sporting a subir à I Divisão, apostou no mais sólido projecto da Oliveirense. E, mesmo entre os seniores primodivisionários, continuou a marcar golos. Muitos, em três temporadas. E regressaria, definitivamente (até ver), ao "seu" Porto em 2015.

Está na sua oitava temporada e, a cumprir a ligação até 2028 (quando, em Julho, cumprirá 35 anos), completará 13 épocas de dragão ao peito.

Espinha dorsal

A Rafa e Gonçalo Alves deverá juntar-se na próxima temporada Hélder Nunes, que representou os dragões entre 2012 e 2019, coincidindo com o primeiro a partir de 2014 e o segundo a partir de 2015 até que partiu para cumprir o sonho de representar o Barcelona.

Cumpridas quatro temporadas nos blaugrana, Hélder terminará contrato e já terá deixado tudo certo com o Porto ainda antes de partir para a Argentina, onde conquistaria a prata mundial ao lado dos indiscutíveis internacionais Rafa e Gonçalo Alves.

Os três formarão a espinha dorsal dos azuis-e-brancos, mesmo que seja importante não esquecer o agora campeão do Mundo argentino Ezequiel Mena, já um dos melhores a nível planetário, ou aqueles que ainda deverão renovar, como Telmo Pinto e, assegurada a nacionalidade, Reinaldo Garcia.

Já os casos de Xavi Barroso, com rumores a apontá-lo ao Barcelona, e de Carlo Di Benedetto poderão obrigar os dragões a ir ao mercado, sendo que bem fresca na memória estará ainda a "fuga" de Daniel Oliveira ("Poka"), em 2021, para o rival Benfica.

AMGRoller

Partilhe

Facebook Twitter AddToAny
Outros artigos do dia
Primeiro acto, em três dias, da Taça WSE

Primeiro acto, em três dias, da Taça WSE

Sem equipas portuguesas, 15 equipas vão a jogo na ronda de qualificação da Taça WSE. Com cinco grupos de três equipas e o apuramento do vencedor de cada grupo e dos três 'melhores segundos', não faltarão calculadoras na mão...