Liceo e Barcelona jogarão pela 'coroa'

Liceo e Barcelona vão discutir a Taça do Rei pela sétima vez, depois de terem afastado Voltregà e Reus com vitórias tangenciais. O Barcelona de João Rodrigues e Hélder Nunes só precisou mesmo de um golo, conseguido logo aos dois minutos.

Liceo e Barcelona jogarão pela 'coroa'

Liceo e Barcelona são os finalistas da Taça do Rei. Em 79 edições, esta será a sétima decisão entre Barcelona e Liceo. Os blaugrana, com um total de 24 títulos, ganharam em 1985, 1986, 1987, 1994 e 2018, ao passo que o Liceo, com 10 conquistas, levou a melhor sobre o arqui-rival "apenas" em 2021. A decisão, este domingo, joga-se às 12h30 locais.

Garantiu primeiro a passagem o Liceo, mais perigoso, mas com a partida a desequilibrar-se apenas com a expulsão de Aleix Molas aos 11 minutos, num rigor que se tem visto nesta Copa, mas que se estranharia na realidade portuguesa. Alex Rodriguez não conseguiu desfeitear Miquel Estrada, mas, na superioridade numérica, Dava Torres desbloquearia o marcador.

A desvantagem não abateu os de Sant Hipòlit. Empurrados por algum sentimento de injustiça na expulsão e por uns incansáveis "Sac i Ganxo" que em nada ficam a dever às mais apaixonadas claques portuguesas, criaram oportunidades, obrigaram Juan Copa a corrigir os seus jogadores e, a cinco minutos do intervalo, chegavam mesmo à igualdade. Gerard Teixidó sofreu a falta e converteu na baliza que tinha a sua claque por trás, para uma estrondosa explosão de alegria.

O Voltregà luta pela manutenção na OK Liga, sendo apenas 10º e com os mesmos pontos do 11º. Mas nos quartos-de-final desta Taça do Rei já tinham virado uma desvantagem de 2-0 para 2-3 frente ao Noia (5º). Os descontos de tempo de Lluis Teixidó, onde todos contribuem, transmitiam uma impressionante unidade e, mesmo já sem o seu melhor marcador, o expulso Molas, os azuis-e-brancos de, por exemplo, Jordi Burgaya (na Oliveirense em 2017/18), dariam tudo...

Já na segunda parte, o Voltregà encontrou-se novamente em desvantagem. Uma grande penalidade contestada não foi transformada em golo, mas, aos seis minutos, Àlex Rodriguez - natural de Sant Hipòlit e, ao que tudo indica, de regresso ao Voltregà na próxima época - faria mesmo o segundo para "los verdes", casualmente de negro neste jogo, "manchando" a boa exibição de Estrada com um remate rasteiro.

Na jogada imediatamente seguinte, Gerard Teixidó voltou a dispor de uma grande penalidade, mas, desta feita, não conseguiu bater Martí Serra. O Voltregà insistiu perante um Liceo necessariamente retraído, a defender a vantagem mínima. No último minuto, sem guarda-redes, os "guerreiros" de Sant Hipólit conseguiram três posses de bola, mas não o desejado golo que levaria o jogo para prolongamento.

Um só golo

Na segunda meia-final, o Barcelona marcou muito cedo. Logo aos dois minutos, Pau Bargalló inaugurou o marcador... e o golo marcou quase todo o jogo.

Barcelona e Reus reeditaram a final da última Taça do Rei e já tinham protagonizado uma excelente série de play-off na pretérita temporada, com os "roig-i-negre" a eliminarem os "blaugrana". Apesar do desequilíbrio de argumentos entre as duas equipas, a partida foi muito disputada.

Ainda na primeira parte, João Rodrigues viu azul, mas Marc Julià não aproveitou, num jogo que - na sua tensão - também não teria muitas bolas paradas. Sem muitas oportunidades reais de golo ou que fizessem "levantar o pavilhão", apenas a três minutos e meio do final é que houve nova bola parada.

O Barcelona tinha nove faltas, mas o ex-benfiquista Sergi Aragonès viu azul. Pau Bargalló não conseguiu matar o jogo perante Ballart, mas a equipa de Edu Castro ficava com superioridade numérica. Também aí não "matou", e o Reus tinha uma última esperança.

Um desconto de tempo a um minuto do fim serviu para Jordi Garcia limar a estratégia final. Com quatro ou cinco jogadores de pista. O Reus pressionou, ganhou a bola com meio minuto para atacar com cinco. Mas o derradeiro remate não passou as pernas adversárias até à baliza de Sergi Fernandez.

Quartos-de-final

Liceo 7-2 Caldes • 2.Mar

• Noia 2-3 Voltregà • 2.Mar

Barcelona 5-2 Igualada • 3.Mar

Reus 2-1 Calafell • 3.Mar

Meias-finais

Liceo 2-1 Voltregà • 4.Mar

Barcelona 1-0 Reus • 4.Mar

Final

• Liceo vs. Reus • 5.Mar, 12h30

AMGRoller

Partilhe

Facebook Twitter AddToAny
Outros artigos do dia
Barcelona conquista a Taça do Rei

Barcelona conquista a Taça do Rei

O Barcelona conquistou a Taça do Rei pela 25ª vez ao bater o Liceo por 2-4. A equipa de João Rodrigues (bisou) e Hélder Nunes teve sempre o jogo controlado e contou com um Sergi Fernandez seguríssimo entre os postes, a fazer diferença.

Valdagno vence em França e está no caminho do Benfica

Valdagno vence em França e está no caminho do Benfica

Resta apenas um apurado por definir na Liga dos Campeões Feminina. O Académico da Feira perdeu na casa do Palau e está afastado. Destaque para o apuramento, em França, do Valdagno, que assim defrontará o Benfica nos quartos-de-final.