'Teenagers' sobem ao palco da Champions

Diogo Lemos e Tomás Santos foram chamados à pista na 5ª jornada da fase de grupos da Champions. Tal como Tiago Sanches, os dois internacionais jovens portugueses pisaram esta época o palco maior antes de cumprirem 20 anos.

'Teenagers' sobem ao palco da Champions

Na competitiva Champions League, há pouco espaço para o aparecimento de jovens nas equipas portuguesas. Alguns, na casa dos 20, já agarraram o lugar nas suas equipas. Outros, ainda na disputa de campeonatos de formação, "teenagers" na literal acepção da palavra, têm a "sorte" de alguns condicionalismos para terem uma estreia sonhada. Diogo Lemos e Tomás Santos tiveram-na esta quinta-feira.

Diogo Lemos, que completou 17 anos em Outubro, cerca de um mês depois de se sagrar campeão da Europa de Sub-19, já tinha sido chamado aos convocados da Oliveirense no dia 25 de Janeiro, em virtude da ausência por lesão de Franco Platero. O jogo, frente ao Lodi, não correu de feição à equipa de Edo Bosch e a estreia em pista ficou adiada.

Esta quinta-feira, a Oliveirense já vencia por 6-1 o Saint-Omer e Diogo Lemos foi para a porta para entrar, aguardando alguns minutos que certamente terão custado a passar. Entretanto, os franceses apontaram o seu segundo golo no jogo e Diogo só entraria a três minutos do fim, quando foi assinalada a grande penalidade que redundaria no 7-2 final.

A Oliveirense tem promovido a integração de jovens nos treinos da equipa principal, mas o espaço de afirmação para quem tenta despontar muito cedo é mais complicado do que em Valongo.

Diogo Lemos venceu a Eurockey Cup de Sub-17 em 2021 e 2022 e o Europeu de Sub-19 em 2023.
Diogo Lemos venceu a Eurockey Cup de Sub-17 em 2021 e 2022 e o Europeu de Sub-19 em 2023.

"Vítima" de uma debandada para a Oliveirense, o Valongo teve de reconstruir a sua equipa. E, mais uma vez, a aposta em jovem talento é uma marca dos valonguenses.

Tiago Sanches chegou ao Valongo cedido pelo Benfica depois de completar 19 anos em Julho, mas já com traquejo de Campeonato Placard, tendo representado o Braga na segunda metade de 2022/23. Campeão da Europa de Sub-19 em 2021, Sanches esteve no Mundial do escalão em 2022 e no Europeu de Sub-23 em 2023.

Pelo Valongo, jogou quatro jogos na fase de grupos da Champions League, tendo marcado no empate caseiro a dois com o Lodi. Mas, em França, na 4ª jornada, a derrota por 5-2 com o Saint-Omer poderá ter sido o seu último jogo pela equipa principal, tendo sido entretanto afastado do grupo de trabalho.

Tal abriu a porta a outro jovem. Ainda mais jovem. Sem Tiago Sanches, nem Miguel Moura, o Valongo levou Tomás Santos a Lodi. Ainda que só tenha completado 16 anos no final de Novembro, Tomás entrou na rotação da equipa no PalaCastellotti como "gente grande", entrando, por exemplo, quando o Lodi fez o 2-1 aos cinco minutos da etapa complementar ou para os dois minutos e meio finais.

Vice-campeão da Europa de Sub-17 em Setembro último, Tomás Santos, tal como Diogo Lemos, integrou a equipa da Oliveirense de Sub-17 que venceu a Eurockey Cup em 2021. Ainda não tinha completado 14 anos e não jogou a final com o Igualada de, por exemplo, Eloi Cervera, agora em afirmação na equipa principal do Barcelona.

Tomás rumou a Valongo e regressou à Eurockey Cup de Sub-17. E às finais. Marcou nas finais de 2022 e 2023, mas o seu Valongo - que seria campeão nacional do escalão - não conseguiu levar a melhor sobre uma Oliveirense então com mais soluções. Entre as quais, Diogo Lemos, bicampeão em 2022 desta Eurockey Cup que é uma autêntica montra de talentos em ascensão. Também Tiago Sanches passaram por lá, vencendo em Sub-15 pelo Paço de Arcos em 2018 e em Sub-17 pelo Benfica em 2019.

AMGRoller

Partilhe

Facebook Twitter AddToAny