'La Roja' definida para Montreux

A Espanha anunciou os 10 escolhidos por Guillem Cabestany para disputarem a Taça das Nações. A selecção tricampeã europeia leva a Montreux cinco jogadores do Barcelona e apenas um 'português'.

'La Roja' definida para Montreux

A Espanha anunciou esta terça-feira de Carnaval, os 10 escolhidos para disputarem a Taça das Nações, que decorre em Montreux de 27 a 31 de Março e - para além do prestígio do centenário torneio - serve de preparação para o Campeonato do Mundo de Setembro.

Guillem Cabestany elegeu apenas um jogador que representa equipas portuguesas, o benfiquista Nil Roca, apostando num cinco completo do Barcelona, com o guarda-redes Carles Grau e ainda Ignacio Alabart, Marc Grau, Pau Bargalló e Xavi Barroso.

O regresso de Alabart é a nota de destaque, tendo sido possivelmente a ausência mais sentida no Campeonato da Europa de Sub-23, disputado em Julho último em Sant Sadurní d'Anoia. O galego, numa convocatória agora a 10 em vez dos 11 do Europeu, "substitui" Marc Julià e Roc Pujadas, sendo a única outra alteração a registar a troca do campeão europeu Candid Ballart por Martí Serra na baliza.

Tricampeã da Europa, a Espanha procura em Montreux conquistar um troféu que lhe escapa desde 2007, quando selou cinco triunfos consecutivos.

A Espanha integra o grupo Livramento com França, Portugal e Suíça, ao passo que o outro grupo, Samaranch, conta com Angola, Argentina, Itália e o anfitrião Montreux.

Espanha - Taça das Nações 2024

Guarda-redes: Carles Grau (Barcelona), Martí Serra (Liceo)

Jogadores de pista: César Carballeira (Liceo), Ignacio Alabart, Marc Grau, Pau Bargalló e Xavi Barroso (Barcelona), Marti Casas e Sergi Aragonès (Reus), Nil Roca (Benfica)

Seleccionador: Guillem Cabestany

AMGRoller

Partilhe

Facebook Twitter AddToAny
Outros artigos do dia
Óquei de Barcelos rescinde com Paulo Freitas

Óquei de Barcelos rescinde com Paulo Freitas

Em véspera de Dia dos Namorados, há divórcio em Barcelos, com o Óquei a anunciar a rescisão com Paulo Freitas e restante equipa técnica. Os barcelenses vêm de um empate embaraçoso, mas estão na disputa da Champions, Campeonato e Taça.

O erro e o protesto

O erro e o protesto

No dérbi da 17ª jornada, o Sporting jogou em inferioridade após o quarto golo do Benfica. À falta de outra indicação na ficha de jogo, terá havido erro técnico, passível de protesto ou não. Mas o tempo para protestar já passou.

Pedro Alves dos Santos