Notícia

Um ano de vitórias

Jan 06, 2016

O Benfica fechou 2015 só com vitórias no Campeonato Nacional.

Tem sido badalada pela imprensa a série de jogos sem perder dos encarnados para o Nacional da I Divisão e o número de vitórias consecutivas continua também a crescer. São já 33. E, no rescaldo do ano que agora se despediu, tal tem como consequência uma constatação: em 2015, o Benfica só venceu.

Título de 2014/15, garantido em Abril, é para já o resultado palpável de um ano a vencer

Os encarnados fecharam o ano civil – de 1 de Janeiro a 31 de Dezembro - com 25 jogos realizados para a principal competição nacional, todos com o desfecho da vitória em comum. Entre os 13 triunfos garantidos em casa e os 12 logrados fora de portas, a equipa liderada por Pedro Nunes somou 183 golos marcados e 48 golos sofridos. Na Luz, as águias sentiram-se mais confortáveis: marcaram mais golos (uma média de 8.31 golos em casa e 6.25 fora) e sofreram menos (1.61 em casa e 2.25 fora) do que fora de portas.

O ano começou com vitória em Almeirim

Vindo de oito vitórias consecutivas após o empate – arrancado a ferros – a 25 de Outubro de 2014 em Barcelos (5-5), os encarnados não “levantaram o pé” e entraram em 2015 com uma vitória sobre Os Tigres a 3 de Janeiro em Almeirim, por 2-7. Ao longo do ano, a senda de triunfos encarnados visou todas as 17 equipas que figuraram no cartaz da principal competição nacional, compreendendo as temporadas de 2014/15 e 2015/16.

No defeso que dividiu 2015, houve duas mexidas no plantel. Saíram os argentinos Abalos e López, entraram os catalães Adroher e Torra.

No ano que agora findou ficaram a faltar deslocações aos Carvalhos e Póvoa, entretanto despromovidos, mas também ao Pico para defrontar o Candelária e, por sortilégio do sorteio das duas temporadas que se desenrolaram ao longo do ano, aos tradicionalmente complicados Dragão Caixa e Municipal de Barcelos. Nestas duas últimas deslocações – ao Porto, mas para a Liga Europeia, e a Barcelos, mas em 2014 – os encarnados não conseguiram regressar com a vitória.

Em 2015, os encarnados só visitaram o Dragão para a Liga Europeia… e deram-se mal

A vitória mais expressiva do Benfica aconteceu a 21 de Janeiro na recepção ao Póvoa (15-1), numa das três vezes em que os encarnados venceram por uma dezena golos ou mais. As outras foram – sempre na Luz – frente a Braga a 3 de Outubro (10-0) e Candelária a 14 de Novembro (13-1).

Mais difícil foi a vitória em Paço de Arcos, a 11 de Fevereiro. Ainda na temporada 2014/15, os encarnados triunfaram por 5-4, naquela que foi a única vitória garantida pela margem mínima.

Para já, a série de vitórias já valeu aos encarnados o título da temporada transacta. Lá para Abril ou Maio se saberá se retumba em nova conquista.

Outras provas… com dissabores

Os dissabores do ano aconteceram na Liga Europeia e na Supertaça António Livramento.

Na fase de grupos da Liga Europeia, os encarnados terminaram em segundo no grupo A depois de perderem em Janeiro, na Luz, frente ao Barcelona (1-3) e, num duelo luso, encontraram o Porto nos quartos-de-final. Os dragões conseguiram um empate nos instantes finais da primeira mão em casa do Benfica (3-3) e no seu reduto bateriam os encarnados por 3-2, garantindo um lugar na Final Four.

Derrota na Supertaça António Livramento frente ao Sporting foi a única “não-vitória” nas provas nacionais

Imparável na caminhada para a dobradinha, o Benfica venceu a Taça de Portugal com cinco vitórias, culminadas na final frente ao Sporting. O dérbi por um título repetir-se-ia no arranque da nova temporada e, desta feita, os leões levaram a melhor por 2-4, conquistando a Supertaça António Livramento. Volvido um ano sobre a derrota com o Valongo, o Benfica voltava a perder nas competições nacionais e deixou fugir a prova nacional que falta conquistar a Pedro Nunes.

À frente no ranking

Entretanto foi conhecido o ranking (oficioso) anualmente compilado e divulgado por Fernando Castro através do site RinkHockey.net que dá os encarnados como líderes no fecho de 2015. O ranking considera - para as equipas europeias - os jogos desde Agosto. Neste período, os encarnados contabilizam uma derrota (na Supertaça António Livramento) e, desde aí, 15 vitórias consecutivas.

De resto, o topo do ranking é dominado por portugueses, com cinco equipas nas sete primeiras posições. Ao Benfica segue-se o Porto e os catalães do Vic e do Barcelona e, depois destes, Oliveirense, Barcelos e Sporting.

Vitória emocionante frente ao Porto por 6-4 fechou as contas de 2015
Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade