Vídeos

A Latina, já em descompressão...

Mar 27, 2016

A noite deste sábado ficou marcada pela cerimónia de encerramento da Taça Latina.

Na sua 28ª edição, Portugal foi coroado pela 14ª vez, fruto de três vitórias entre os dias 24 e 26 de Março. Os portugueses estrearam-se contra a anfitriã Itália, vencendo pela margem mínima (4-3), e depois registaram duas goleadas tranquilas por 5-1. Primeiro de forma inesperada contra a Espanha e, no último dia, frente á França.

No final do jogo frente à França, consumada em definitivo a revalidação do título conquistado em 2014, o ambiente era de boa disposição e o HóqueiPT deu continuação à sua saga de audições a aspirantes a repórteres... ou simplesmente a figuras que nos honram com a sua participação.

O capitão Hélder Nunes, figura da prova com um hat-trick de hat-tricks, colocou ao seleccionador nacional Luís Sénica uma pergunta deveras relevante do ponto de vista técnico-táctico sobre a percepção de um modelo de jogo que… ou não, e vale pela boa disposição.

O seleccionador nacional quis depois experimentar o “outro lado”. Em jeito de retribuição, entrevistou a assessora de imprensa da Federação de Patinagem de Portugal. Ao longo de três dias, Marina Alves colocou as perguntas. Desta feita, Luís Sénica quis respostas.

Entre os jogadores, Guilherme Silva e Alexandre Marques (“Xanoca”) tiveram nesta partida com a França alguns minutos de jogo, com Xanoca a lograr “por acaso” o primeiro golo do jogo. Com claramente mais jeito para o Hóquei em Patins (e era por isso que lá estavam) do que para as entrevistas, nem o responsável pelo som do pavilhão ajudou... Fica o registo para a posteridade.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade