Notícia

Experiência em busca de um título inédito

May 13, 2016

A Oliveirense treinou esta quinta-feira na Luz tendo em vista a Final Four da Liga Europeia.

A equipa orientada por Tó Neves chega a esta fase da prova depois de ter terminado a fase de grupos no segundo lugar - perdendo o primeiro para o Liceo apenas na diferença de golos - e de ter eliminado o FC Porto nos quartos-de-final, com uma dupla vitória por 4-3. Ironicamente, o treinador Tó Neves e os jogadores Pedro Moreira, Caio e Ricardo Barreiros repetem a presença na Final Four, depois de no ano passado terem caído nas meia-finais com a camisola do FC Porto, então frente ao Vic.

Puigbi, Caio e João Souto no apronto desta quinta-feira

Num grupo com experiência na presença nas grandes decisões, Ricardo Barreiros é um dos expoentes máximos. O jogador que já teve no Pavilhão da Luz a sua casa, conquistou duas Ligas Europeias pelo Liceo e, nos três anos em que esteve nos dragões, esteve em duas finais e uma meia-final, mas escapou-lhe a conquista. Agora, na Oliveirense, o objectivo é voltar a levantar o (pesado) troféu.

Outro jogador que conquistou o troféu máximo europeu de clubes pelo Liceo foi Carlos López. Mas o argentino campeão do Mundo não se ficou pela conquista na primeira equipa que representou na Europa. Depois representou o Barcelona e venceu por quatro vezes. E depois vestiu a camisola do Benfica. E também triunfou.

Para o jogador de 39 anos que já anunciou que esta seria a sua última temporada na Europa, vencer também pela Oliveirense seria perfeito.

O treinador Tó Neves está na Final Four pelo quarto ano consecutivo, escapando-lhe como treinador o título que, como jogador, conquistou em 1986 e 1990 pelo FC Porto. Nesta Final Four, o foco é para já no Forte dei Marmi, equipa a que Tó Neves reconhece qualidades, citando praticamente todo o plantel como referências a que se deve ter atenção.

A Oliveirense defronta este sábado o Forte a partir das 18h30, conhecendo já o vencedor da primeira meia-final.

A última vez que a equipa de Oliveira de Azeméis chegou à fase decisiva desta prova foi em 2012, em Lodi, numa decisão em formato Final Eight. A equipa então orientada por Nuno Resende caiu nos quartos-de-final, frente ao Barcelona.

Antes, em 2005, estivera mais perto da final, numa Final Four disputada em Reus. A Oliveirense falhou a final no desempate por grandes penalidades frente ao FC Porto, depois de um empate a quatro. Como curiosidade, tal como este ano, a Final Four de 2005 foi disputada a 14 e 15 de Maio.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade