Notícia

Sporting reage em comunicado

Jan 17, 2017

Foto: Gabriele Baldi

A Secção de Hóquei em Patins do Sporting reagiu na noite desta segunda-feira em comunicado sobre os incidentes no final da partida com o Forte dei Marmi, que ditou o afastamento da equipa leonina dos quartos-de-final da Liga Europeia.

A secção verde-e-branca repudia "todas e quaisquer alegações de violência por parte dos seus atletas", negando que tenham sido os jogadores do Sporting a iniciar a confusão no final conforme tem sido passado para a opinião pública, culpando o ambiente hostil no "pavilhão onde não existia qualquer tipo de segurança".

Segundo o comunicado, as "atitudes provocatórias e pouco abonatórias" dos jogadores do Forte dei Marmi culminaram já nos cumprimentos finais na "atitude de enorme falta de fair-play" de Enric Torner, que "se deslocou de perto da tabela para junto de André Girão, provocando-o e simulando uma suposta agressão".

O Comunicado

"Face aos incidentes ocorridos no final do jogo entre o Forte dei Marmi e o Sporting Clube de Portugal, a contar para a Liga Europeia de Hóquei em Patins, a secção de Hóquei em Patins do Sporting CP vem por este meio repudiar todas e quaisquer alegações de violência por parte dos seus atletas. Ao contrário do que tem sido passado para a opinião pública, não foram os jogadores do Sporting CP quem iniciou a confusão no final da partida. O ambiente hostil vivido num pavilhão onde não existia qualquer tipo de segurança (nem policial, nem por parte dos chamados “stewards”) e o comportamento provocatório por parte dos jogadores da equipa adversária foram, esses sim, as causas de tudo o que aconteceu. No final do jogo, e como pode ser facilmente comprovado pelas imagens entretanto divulgadas, os nossos atletas estavam perfilados para os habituais cumprimentos aos adversários quando, inesperadamente, o jogador do Forte dei Marmi, Enric Torner, numa atitude de enorme falta de fair-play, se deslocou de perto da tabela para junto de André Girão, provocando-o e simulando uma suposta agressão, o que deu origem à confusão posteriormente verificada. A falta de policiamento no recinto obrigou depois a que todo o staff e equipa técnica do Sporting CP entrassem no recinto de jogo para tentar apaziguar os ânimos, atitude que é igualmente comprovada pelas imagens difundidas. Para além de negar qualquer tipo de agressão por parte dos seus atletas, a secção de Hóquei em Patins do Sporting Clube de Portugal lamenta ainda a falta de segurança sentida ao longo de todo o encontro e as atitudes provocatórias e pouco abonatórias assumidas durante todo o jogo pelos jogadores da equipa do Forte dei Marmi."

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade