Notícia

Barcelona junta-se aos outros cabeças-de-série

Feb 25, 2017

Duas semanas antes, o Voltregà "ousara" vencer no Palau Blaugrana por 2-3.

Nos quartos-de-final da Copa del Rey, o Barcelona procurou desde cedo evitar novo dissabor. Entrou pressionante, rápido a trocar a bola e Marc Gual, de meia distância, fez o primeiro aos três minutos.

Pau Bargalló fez o segundo do jogo num belo gesto técnico

Só dava Barça na fase inicial da partida, e o segundo golo, num contra-ataque de Pau Bargalló, finalizado com um subtil toque sobre Candid Ballart, teve o sabor de uma inesperada naturalidade e Francesc Liñares foi obrigado a pedir um minuto para focar os seus jogadores. E o Voltregà regressou melhor.

Mais agressivos a procurar roubar a bola e a sair em direcção à baliza de Aitor Egurrola - que ainda assim teve uma primeira parte descansada -, os azuis-e-brancos foram premiados quando o Barcelona cometeu a décima falta. O jovem Ignacio Alabart, de 20 anos, que está cedido pelo Barcelona, "faltou ao respeito" e bateu Egurrola.

Ignacio Alabart bisou frente ao "seu" Barça, mas não chegou

No padrão de equilíbrio que pontua a Copa del Rey, a partida ia para intervalo com uma diferença mínima no marcador, lisonjeadora para o Voltregà.

No arranque da segunda parte, o Voltregà entrou com mais "sangue na guelra", mas tal não impediu que a história se escrevesse quase da mesma maneira. Aos três minutos, o Barcelona - por Matías Pascual - marcou.

Com a claque 'Sac i Ganxo' aquém em número, mas sempre a destacarem-se de algum marasmo nas bancadas, o Voltregà procurava mas não encontrava argumentos para desfeitear Egurrola. E a eficácia fazia a diferença.

Pablo Alvarez ampliou para 4-1 aos oito minutos e, depois de Alabart falhar a conversão da 15ª falta dos blaugrana, Lucas Ordoñez não perdoou no castigo da décima do adversário.

Lucas Ordoñez fez os derradeiros dois golos do Barcelona

O 5-1 com oito minutos para jogar arrumava a questão do vencedor da partida, mas... nunca confiando. Alabart ainda bisou, num remate à entrada da área, mas o Barcelona não tremeu, exorcizando fantasmas da OK Liga. A três minutos do fim, Lucas Ordoñez fez tudo para pôr um ponto final da discussão. Em lance individual, passou por quase toda a gente e só falhou a finalização em picadinha, insistiu, sofreu grande penalidade e... converteu. O golo de Xavier Crespo, logo depois, para o 6-3 final - numa boa rotação na área e com a sorte da bola ir ao poste e entrar depois de bater nas costas de Egurrola - não seria mais do que uma adenda a uma história que já estava contada.

No final da partida, Lucas Ordoñez e Ricard Muñoz analisaram a vitória sobre o Voltregà e perspectivaram as meias-finais com o Liceo.

Os quatro cabeças-de-série desta Copa del Rey confirmaram com maior ou menor dificuldade a sua condição e avançam para as meias-finais. Este sábado, o Barcelona defronta o Liceo a partir das 17h locais, enquanto o Reus disputa com o Vic o outro lugar na final

Provas relacionadas

Copa del Rey
Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade