Notícia

Bassano é a surpresa nas 'meias'

Feb 25, 2017

Fotos: Gabriele Baldi

O Bassano protagonizou a grande surpresa dos quartos-de-final da Coppa Italia ao afastar o líder da Legahockey e detentor da Coppa, Lodi.

Nuno Resende alertara para a especificidade de uma prova a eliminar e o primeiro jogo dos quartos-de-final da Coppa Italia deu-lhe, para seu desgosto, razão.

Depois de um nulo na primeira parte, os golos surgiram na segunda. E pareciam ter sentido único. Samuel Amato e Marc Julià (este por duas vezes) deram três golos de vantagem à equipa de Diogo Neves, a ser chamado apesar da lesão contraída no Dragão Caixa.

O Lodi reagiu e, no espaço de um minuto, reduzia para a diferença mínima ainda com cinco minutos para jogar, com dois golos de bola parada de Ambrosio e Giulio Cocco. Mas o catalão Julià estava inspirado e, também de bola parada, selou um hat-trick e arrumou a questão do apuramento. Alessandro Verona ainda reduziu, mas já não havia tempo para mais...

O Bassano defronta hoje nas meias-finais - a partir das 19h locais - o Viareggio.

Os pupilos de Alessandro Bertolucci venceram o Monza por 6-3, já com 3-1 ao intervalo, e tal como no primeiro jogo, houve um catalão em destaque com um hat-trick: Xavi Costa.

A jogar perante o seu público, Marinho assinou o golo que decidiu - ainda na primeira parte - o apuramento do Follonica.

Na outra meia-final, que se joga a partir das 21h, o Forte dei Marmi defronta o anfitrião Follonica.

O Forte venceu o Sarzana por 5-3, num jogo de muito equilíbrio, só definido a dois minutos do fim. Com alternância nos golos, a equipa que vai defrontar o Barcelona na Liga Europeia chegou ao intervalo a vencer por 3-2. Já na etapa complementar, Borsi empatou e Gonzalo Romero recolocou o Forte, que nunca esteve a perder, na frente. A vantagem mínima subsistiu 13 minutos até dois do final, quando, com o 5-3, Cinquini (único a bisar no jogo) sentenciou a partida.

A equipa de "Gigi" Bresciani tem agora pela frente o Follonica, que joga em casa.

No jogo que fechou os quartos-de-final, os golos aconteceram todos na primeira parte e a incerteza durou toda a segunda. Adiantou-se o Breganze, com um golo de Bruno Gimenez, que lidera nos marcadores da Legahockey, reagindo o Follonica com golos de Paghi e do argentino Mario Rodriguez. Numa fase de golo-cá-golo-lá, em menos de dois minutos, Gimenez restabeleceu a igualdade e Marinho deu nova vantagem ao Follonica de grande penalidade.

O 3-2 que se registava ao intervalo sobreviveu a toda a segunda parte e o Follonica continua a perseguir o sonho de reconquistar a Coppa que lhe foge desde 2010, quando pôs ponto final a uma série de impressionantes seis vitórias consecutivas.

Provas relacionadas

Coppa Italia
Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade