Notícia

«Há decisões que têm de ser tomadas na vida, e eu tomei...»

Mar 13, 2017

O jogo deste sábado que opôs o Óquei de Barcelos ao Vilafranca foi especial por ter garantido o apuramento dos barcelenses para a sua terceira Final Four da Taça CERS consecutiva. Mas, mais do que isso, foi especial por ser o último de Paulo Freitas no comando técnico da equipa minhota.

Sem falar sobre o seu futuro, Paulo Freitas não se escusou a confirmar ao HóqueiPT a última partida à frente do Óquei, dando os parabéns aos seus jogadores - que, no balneário, festejavam o apuramento - e sublinhou a importância de deixar o clube em mais um momento de decisão.

Os rumores da saída para o Sporting no imediato surgiram a meio da passada semana. Na sexta-feira, A Bola noticiava na última página a possibilidade. E no sábado, dia da decisiva segunda mão dos quartos-de-final com os catalães, O Jogo deu a certeza: Paulo Freitas substituirá Guillem Perez já esta semana no Sporting.

O final da partida, apesar dos festejos, ficaria marcado pelo descontentamento de alguns adeptos. O técnico recolheu aos balneários mas, com os ânimos mais serenos, regressaria para trocar algumas palavras com alguns barcelenses que aguardaram pacientemente.

No final, Paulo Freitas esteve à conversa com os adeptos

No Barcelos desde 2013, sucedendo a José Querido, Paulo Freitas disputou duas Final Four da Taça de Portugal e duas Final Four da Taça CERS, culminando a de 2016 com o regresso do Barcelos às conquistas europeias e aos holofotes do Hóquei em Patins nacional. Esta temporada, no Nacional da I Divisão, o Óquei ocupa o quinto lugar da classificação, a seis pontos do Sporting, e no Municipal de Barcelos já venceu Sporting (7-3), Porto (4-3) e empatou com o Benfica (6-6).

Namoro antigo

O interesse do Sporting em Paulo Freitas não é de agora. Já em 2015, quando se discutia a continuidade de Nuno Lopes para a época seguinte, o Record noticiou o interesse e conversações. O namoro não deu em casamento e Nuno Lopes, que conquistaria a Taça CERS, continuaria mais uma temporada.

Na ida para o Sporting, Paulo Freitas será acompanhado do adjunto Ricardo Gomes.

No entanto, o interesse em Paulo Freitas não se desvaneceu. Para esta temporada, a chegada de José Trindade ao corpo de dirigentes acabaria por ditar a aposta em Guillem Perez mas, com a saída do responsável da secção, Paulo Freitas - que já era apontado como hipótese para a próxima temporada - viu a sua chegada ao reino do leão antecipada.

Começar com um Clássico

O treinador que agora deixa o Barcelos deverá ser oficializado no Sporting já no inicio da semana, começando de imediato a preparar a ida dos leões ao Dragão Caixa para a Taça de Portugal.

Como padrinho na estreia de verde-e-branco, Paulo Freitas terá Franklim Pais, responsável da secção azul-e-branca. Ambos guarda-redes no seu tempo de jogadores, conquistaram juntos uma Taça dos Campeões Europeus pelo FC Porto.

Sucessão

Para a sucessão a Paulo Freitas, o nome referido com mais insistência em Barcelos é o de Paulo Pereira. O treinador campeão nacional pelo Valongo em 2014, deixou o clube em Janeiro de 2016 e, numa pausa sabática desde essa altura, estagiou - ainda que em períodos curtos - com o Liceo de Carlos Gil e o Barcelona de Ricard Muñoz.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade