Notícia

O pequeno segredo do tetra de Torra

May 17, 2017

Marc Torra conquistou este domingo a quarta Liga Europeia consecutiva a título pessoal, sendo que o (ainda) mais impressionante neste registo é ter conquistado as três últimas por três equipas diferentes.

Mas a glória parecia tardar a chegar para Marc Torra, nascido em Tordera há 32 anos. Antes de conquistar uma Liga Europeia, já se tinha sagrado quatro vezes campeão do Mundo e duas vezes campeão da Europa pela Espanha.

FC Barcelona (Lodi, 2015)

O avançado espanhol chegou à final da prova máxima de clubes em 2009, com o Vic. Perderia para o Reus. Voltou à final no ano seguinte, ainda ao serviço do Vic, mas perderia desta feita para o Barcelona. Em 2012, a História estava consigo. Em Lodi, o Barcelona chegava à final pela 23ª vez, tendo só deixado fugir o título em três ocasiões... mas, com Torra de blaugrana, o Liceo impôs o quarto desaire numa decisiva partida ao grande dominador da competição.

SL Benfica (Lisboa, 2016)

Em 2014, foi finalmente hora de celebração. No Palau, o Barcelona venceu na final o Porto por 3-1 e garantiu o 20º título da sua história, o primeiro para Torra, que 20 dias após essa conquista erguia outro "troféu", o filho, baptizado Marc, como o pai, e que parece ter chegado com o condão de talismã.

Para o pequeno Marc, ir à festa da Liga Europeia é, desde que nasceu, tão normal como o Natal ou o Dia da Criança. Uma vez por ano, lá está ele a celebrar.

Foi assim na última temporada do pai ao serviço do FC Barcelona (Lodi, 2015), na temporada em que Torra esteve no campeonato português a representar o Benfica (Lisboa, 2016), e agora em Lleida, com o Marc mais velho - e também o mais novo - com a camisola "rojinegra" (que nos dois jogos da Final Four até foi branca) do Reus.

Reus Deportiu (Lleida, 2017)

Um inédito tri por equipas diferentes

A conquista da Liga Europeia por três equipas diferentes, numa competição que tem sazonalmente um grande dominador - e, por regra, é o Barcelona - não é fácil. No passado recente, tal foi conseguido pelo argentino Carlos Lopez, por Liceo, Barcelona e Benfica, mas o tri de forma consecutiva de Marc Torra será mesmo inédito.

O simples facto de três equipas diferentes conquistarem a Liga Europeia em anos consecutivos, já é raro. Tal só aconteceu na história da competição em nove ocasiões, sendo que o período "áureo" dessa alternância aconteceu entre 1989 e 1993, com cinco (!) vencedores distintos: Noia, Porto, Barcelos, Liceo e Igualada.

Ficam as séries de três conquistas por equipas distintas:

1976-1978 Voltregà, Sporting e Barcelona

1985-1987 Barcelona, Porto e Liceo

1988-1990 Liceo, Noia e Porto

1989-1991 Noia, Porto e Barcelos

1990-1992 Porto, Barcelos e Liceo

1991-1993 Barcelos, Liceo e Igualada

2009-2011 Reus, Barcelona e Liceo

2012-2014 Liceo, Benfica e Barcelona

2015-2017 Barcelona, Benfica e Reus

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade