Notícia

Barcelos reforça-se em Itália

Jun 02, 2017

Foto: Gabriele Baldi

O Follonica anunciou esta sexta-feira que Marinho não irá continuar, por motivos pessoais, e o Óquei de Barcelos é o destino mais provável do atacante.

A equipa italiana perdeu na terça-feira a oportunidade de jogar a final dos playoff da LegaHockey, principal campeonato italiano, ao ser derrotado - ao quarto jogo da série à melhor de cinco - pelo Forte dei Marmi por 1-3. E perdeu Marinho...

A renovação do atacante português tinha sido anunciada depois dos quartos-de-final, nos playoffs. Mas, em declarações ao HóqueiPT, Marinho não disfarçava a vontade de voltar a Portugal. "Estou bem aqui e todos me adoram, mas não escondo, nem nunca escondi, que irei regressar brevemente", dizia-nos. As negociações com o Barcelos tinham estagnado, mas Marinho não terá resistido a nova investida do actual quinto classificado do Campeonato Nacional, com o clube italiano a compreender o desejo do seu melhor marcador.

Nas meias-finais do playoff, frente ao vigente campeão Forte dei Marmi, o Follonica ganhou o primeiro jogo por 3-5, mas perdeu os seguintes por 5-1, 6-3 e 1-3.

Carecendo apenas de confirmação oficial as saídas de Luís Querido (Lodi), Reinaldo Ventura (Viareggio), Vieirinha (Benfica) e Alvarinho (Porto) - e podendo até haver outras saídas -, ainda só João Almeida, actualmente no Valongo, fora apontado como reforço dos (bi)vencedores da Taça CERS.

Agora, o clube minhoto deverá ter garantido um goleador em Itália. Não um qualquer, mas o mais profícuo desta época: Marinho, "stecca d'oro" da LegaHockey.

Mário Rodrigues, "Marinho", deverá trocar o Capannino pela Catedral

Marinho deixou Portugal há três temporadas, para jogar em França. Volvida apenas uma temporada ao serviço do Saint-Brieuc, em que terminou como o segundo melhor marcador do campeonato gaulês, Marinho rumou a Itália para representar o Follonica.

Na primeira temporada ao serviço do único clube italiano que conquistou a Liga Europeia apontou 41 golos, sendo apenas superado por Jepi Selva (42), Federico Ambrosio (47) e Lucas Martinez (56). Esta época, "explodiu". Aos 26 anos (completa 27 em Dezembro), Marinho viveu provavelmente o seu melhor momento, ao ser consagrado melhor marcador do campeonato, com 54 golos conseguidos na fase regular.

O internacional por Moçambique estará agora prestes a regressar a Portugal para defender a camisola do Barcelos, depois de na formação ter representado Alenquer, Sporting, Benfica e Sintra e de ter regressado ao Sporting para ser um dos protagonistas da meteórica subida dos leões da III à I Divisão. Partiu em 2014, para três temporadas de afirmação além-fronteiras.

Novos desafios

O Óquei de Barcelos venceu - em Itália - a Taça CERS pelo segundo ano consecutivo e vai disputar em Outubro a Taça Continental, depois da participação na EliteCup, para a qual já garantiu também lugar.

No campeonato, apesar de matematicamente ainda ser possível chegar ao quarto lugar, tal é utópico. A equipa está em quinto lugar, a nove pontos do Sporting, e só há nove pontos em disputa. A confirmar-se o quarto lugar leonino, a equipa agora orientada por Paulo Pereira tentará a terceira conquista consecutiva da Taça CERS, segunda mais importante prova de clubes, algo inédito na história da competição.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade