Notícia

Nova Continental a abrir época europeia

Oct 13, 2017

Disputa-se este fim-de-semana em Viareggio a primeira edição da Taça Continental num novo formato de Final Four.

Depois de ter recebido em Abril último a decisão da Taça CERS, Viareggio volta a ser o epicentro do Hóquei em Patins europeu com a organização de uma renovada "Supertaça Europeia". Para além dos vencedores da Liga Europeia e da Taça CERS, que disputavam entre si, a duas mãos, a Continental, a partir deste ano também os finalistas vencidos recebem o bilhete para a discussão do primeiro troféu europeu oficial da época. Uma alteração com a qual, por exemplo, Paulo Pereira não concorda...

Mas, definido o modelo, ao Reus Deportiu (vencedor da Liga Europeia) e ao Óquei de Barcelos (vencedor da Taça CERS), juntam-se os respectivos finalistas Oliveirense e Viareggio, com o vencedor de cada competição a defrontar o finalista vencido da outra nas meias-finais. E ditou o emparelhamento que a primeira final colocasse em confronto duas equipas portuguesas.

João Almeida é um dos reforços barcelenses para colmatar quatro saídas importantes

O Barcelos, com Paulo Pereira ainda a tentar reinventar a equipa após as saídas de Reinaldo Ventura, Luís Querido, Vieirinha e Alvarinho, defronta uma Oliveirense que só promoveu uma mexida no seu plantel principal, reforçando-se com o campeão do Mundo Jordi Burgaya no lugar do pouco utilizado Bruno Fernandes. Sem jogos oficiais, o teste mais recente das duas equipas passou por Coimbra, pela Elite Cup.

Terá ficado mais convencida do seu valor a Oliveirense, que na despedida - apesar das ausências por lesão de Domingos Pinho e Pedro Moreira - garantiu o terceiro lugar com uma vitória sobre o campeão nacional Porto, por 2-5. Já o Óquei de Barcelos quedou-se pelo sexto lugar, perdendo na derradeira partida com a Juventude de Viana por 1-3.

Burgaya é o único reforço da Oliveirense

Se Oliveirense e Barcelos ainda não tiveram compromissos oficiais, Reus e Viareggio - os protagonistas da outra meia-final - não só já estiveram na discussão de um título (as respectivas Supertaças nacionais) como já disputaram a primeira jornada dos respectivos campeonatos.

Nas "Supertaças" de Espanha e Itália, ambas jogadas em Final Four, quer Reus, quer Viareggio caíram nas meias-finais. A equipa campeã europeia, agora orientada por Jordi Garcia, foi afastada da final pelo Barcelona (5-2), enquanto os "bianconeri" de Viareggio perderam com o Forte, que viria a conquistar o troféu, no prolongamento (5-4).

Viareggio conta com Reinaldo Ventura para conseguir o seu primeiro título europeu e a primeira Taça Continental para Itália

Para os campeonatos nacionais, no último fim-de-semana, ambos venceram. O Reus venceu no terreno do Voltregà, por 2-6, com Aleix Rodriguez e Raul Marin a bisarem. O Viareggio, perante os seus adeptos, somou três pontos com um contundente 8-1 ao Valdagno. Samuele Muglia assinou três golos e Reinaldo Ventura dois.

A equipa catalã apresenta-se para a nova temporada sem dois pilares da conquista europeia de 2016/17. Pedro Henriques e Matías Platero rumaram a Portugal, sendo supridos por Candid Ballart e o experiente Romà Bancells. O anfitrião Viareggio reforçou-se com Reinaldo Ventura, vencedor da Taça CERS nas duas últimas temporadas, tendo saído Xavi Rubio para o Sarzana.

Benfica é o detentor da Taça Continental

A Taça Continental realiza-se desde 1980 e conta já 36 edições, com 31 títulos a ficarem em Espanha e cinco em Portugal.

Dos presentes na decisão deste ano, o Reus ganhou em 2009 e o Óquei de Barcelos em 1991, sendo que o Reus esteve em quatro "finais", enquanto o Óquei de Barcelos esteve em três, a última das quais em 2016, tendo deixado escapar o título, ainda a duas mãos, para o Benfica.

A Oliveirense esteve presente em 1997, mas perdeu para o Barcelona, recordista de triunfos na prova, com 17 conquistas. Já venceram também a prova - para além de Barcelona, Reus e Barcelos - o Liceo (seis vezes), Igualada (cinco), Benfica (três), Noia (duas) e o Porto, numa ocasião.

Final Four da Taça Continental 2017

*horas locais, menos uma em Portugal Continental

Sábado, 14 de Outubro - Meias-finais

18h00: [MF1] OC Barcelos vs UD Oliveirense

21h00: [MF2] Reus Deportiu vs CGC Viareggio

Domingo, 15 de Outubro - Final

20h30: Vencedor MF1 vs Vencedor MF2

Planteis 2017/18

OC Barcelos

Guarda-redes: André Almeida e Ricardo Silva

Jogadores de pista: Afonso Lima (ex-Sub-20), Hugo Costa, João Almeida (ex-Valongo), Joca Guimarães, Juanjo López (ex-Cremona), Marinho (ex-Follonica), Pedro Silva (ex-Sub-20), Rúben Sousa e Zé Pedro.

Treinador: Paulo Pereira.

Saídas em relação à última época: Reinaldo Ventura, Alvarinho, Vieirinha, Luís Querido e João Pereira.

UD Oliveirense

Guarda-redes: Domingos Pinho e Xevi Puigbi

Jogadores de pista: João Souto, Jepi Selva, Jordi Bargalló, Jordi Burgaya (ex-Vic), Nuno Araújo, Pablo Cancela, Pedro Moreira e Ricardo Barreiros

Treinador: Tó Neves

Saídas em relação à última época: Bruno Fernandes

Reus Deportiu

Guarda-redes: Candid Ballart (ex-Voltregà) e Juan Jose Matilla

Jogadores de pista: Albert Casanovas, Aleix Rodriguez, Eudald Canete, Joan Escala, Joan Salvat, Marc Torra, Pere Tella, Raul Marin e Romà Bancells (ex-Vic)

Treinador: Jordi Garcia (ex-Vendrell)

Saídas em relação à última época: Pedro Henriques, Matías Platero e Enrico Mariotti (treinador)

CGC Viareggio

Guarda-redes: Emiliano Torre e Leonardo Barozzi

Jogadores de pista: Davide Gavioli, Fernando Montigel, Gionata Vecoli, Matteo Palagi, Mirko Bertolucci, Nicola Palagi, Reinaldo Ventura (ex-Óquei de Barcelos), Samuele Muglia e Xavi Costa

Treinador: Alessandro Bertolucci

Saídas em relação à última época: Xavi Rubio

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade