Notícia

Quinta ronda abre com vitória encarnada

Nov 18, 2017

O Benfica venceu esta sexta-feira o Valongo por 7-3 na abertura da quinta jornada do Nacional da I Divisão.

Sem quererem passar pela ansiedade do golo adiado como passaram na recepção ao Turquel, os encarnados, com Miguel Vieira no lugar do habitual titular e aniversariante Diogo Rafael (completou 28 anos), entraram pressionantes, a jogar rápido e... a marcar. Nicolía inaugurou o marcador aos três minutos e, aos cinco, Adroher fez o segundo.

João Rodrigues bisou ainda na primeira parte

Daniel Oliveira ("Poka"), a assumir-se como o motor da valonguense, ainda reduziria, mas Miguel Vieira e João Rodrigues ampliariam para o 4-1 que se registava com 15 minutos decorridos. O capitão da Selecção Nacional bisaria para o 5-1 antes de Guilherme Silva - beneficiando de um desvio de João Rodrigues - apontar o segundo dos visitantes, fixando o 5-2 com que se recolheria aos balneários.

Na segunda parte, o Benfica entrou mais para controlar do que para dominar. O Valongo, ainda na espiral moral do segundo golo, procurava reduzir, mas, quando posto à prova, Pedro Henriques tapava todos os "buracos", segurando a vantagem.

Valter Neves e Xavi Cardoso

A 10 minutos do final, num lance de técnica individual quando a intensidade ofensiva da equipa pecava, Nicolía fez o 6-2 que acabava definitivamente com a discussão do vencedor da partida. Uma certeza que se estendia de forma demasiado evidente aos jogadores encarnados em pista.

Carlitos foi um dos quatro campeões do Mundo de Sub-20 que Viterbo apresentou na Luz, com Bernardo Mendes (também em 2017), Luís Melo (em 2015) e Xavi Cardoso (em 2013). Pedro Nunes contou com Miguel Vieira, campeão mundial do escalão em 2013 e 2015.

O Valongo continuava a criar oportunidades, ainda que Miguel Viterbo aproveitasse para lançar mais um jovem. Um ano depois de ter lançado Tomás Pereira, agora jogador - ainda Sub-20 - do Sporting, às "feras" da Luz, o técnico do Valongo colocou em pista Carlos Ramos ("Carlitos"), campeão do Mundo de Sub-20 por Portugal na China.

O jovem jogador entrou bem, a procurar a bola, mas um pouco receoso na disputa de bola com os mais rotinados jogadores do Benfica. E, ainda que fosse Carlitos o "caloiro", seriam mesmo os jogadores do Benfica a levar o puxão de orelhas.

Carlitos estreou-se em jogos oficiais esta temporada

A quatro minutos do fim, Ruben Pereira reduziu para 6-3 e Pedro Nunes relembrou os seus jogadores - de forma bem audível - que a partida ainda não tinha acabado. Tal teve o condão de resgatar os encarnados da letargia em que tinham mergulhado, fechando a partida com o 7-3 por Valter Neves, numa altura em que, pressionando mais, "forçaram" ao azul a Diogo Fernandes (Adroher não conseguiu converter o livre directo) e jogavam em superioridade numérica.

O jogo terminava com o vencedor que se antevia desde os dois golos obtidos nos primeiros cinco minutos, e os técnicos frisaram isso mesmo em conferência de imprensa. Pedro Nunes abordou ainda a "dor de cabeça" que tem na baliza.

Esta ronda do Nacional fica completa este sábado com as partidas entre Porto e Valença (15h), Infante Sagres e Juventude de Viana (17h), Oliveirense e Óquei de Barcelos (17h), Grândola e Tomar (18h), Sporting e Turquel (19h) e Paço de Arcos e Braga (21h).

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade